notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 16/01/2022

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    o seguinte indica:

    El Licenciado, o sucessor de El Chapo no comando do Cartel de Sinaloa

    O sucessor de El Chapo: Dámaso López Núñez

    por Anabel Hernández | Agência Pública | Publicada em 18/02/2017 às 13h55

    Extradição do narcotraficante para os Estados Unidos se deu depois da ascensão do novo líder do cartel de Sinaloa

     

    Considerado pelo governo dos Estados Unidos o mais poderoso traficante de drogas de todos os tempos, Joaquín Guzmán Loera, “El Chapo”, líder do cartel de Sinaloa, já tem um sucessor. Seu nome é Dámaso López Núñez, mais conhecido como “El Licenciado”. De acordo com informações confirmadas por funcionários da DEA, sua era começou no final de 2016, após uma batalha contra “El Chapo” e seus filhos pelo poder dentro do cartel, na qual o outrora chefão saiu derrotado. “El Chapo” foi extraditado pelo governo do México para Nova York em 19 de janeiro do ano passado.

    Embora já em 2013 o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos tenha acusado “El Licenciado” de ser um dos principais operadores do cartel de Sinaloa, até agora se sabe muito pouco sobre a carreira criminal, a personalidade e o rosto do homem que tomou o lugar de “El Chapo” na “maior e mais profícua organização de tráfico de drogas do mundo”, como a acusação do Tribunal Federal do distrito de Nova York definiu o cartel que Guzmán Loera encabeçou com Ismael Zambada García durante os últimos 15 anos.

    López Núñez, nascido em 22 de fevereiro de 1966, hoje com 50 anos, é da comunidade de El Dorado em Culiacán, no estado de Sinaloa, onde nasceram os chefões mais importantes do México. Ele foi comandante da polícia judiciária e vice-diretor de uma prisão federal de segurança máxima em Puente Grande, em Jalisco, no mesmo período em que “El Chapo” estava preso na unidade. Foi nesse período que López o conheceu, tornou-se seu fiel servo, criou um grupo de choque dentro do presídio conhecido como “Los Sinaloas”, ajudou o chefão a subornar autoridades e funcionários corruptos e, finalmente, a fugir da prisão em janeiro de 2001, com a cumplicidade de outros funcionários federais.

    Aqueles que o conhecem o descrevem como um homem astuto, explosivo, visceral e que não escuta o coração na hora de tomar decisões relacionadas a seu poder no negócio das drogas. Acredita-se que seu centro de operações seja Culiacán, onde circula com desenvoltura e, após 15 anos a serviço de “El Chapo”, construiu sua própria estrutura criminosa, que inclui a compra de autoridades com dinheiro grosso e uma ampla rede de contatos para o tráfico de drogas no México, Estados Unidos, América Central e do Sul.

    Seu pai, Dámaso López García, foi procurador-geral de Culiacán em 2007, pelo Partido Revolucionário Institucional (PRI). Sua morte, ocorrida em setembro de 2009, foi motivo para o então prefeito de Culiacán, também do PRI, Jesús Vizcarra, pedir ao conselho um minuto de silêncio em sua homenagem.

    O Seguinte: recomenda a leitura da reportagem completa da Agência Pública clicando aqui.

    • coronavírus
      Por que a GM de Gravataí pode parar em 2022; Perdas na pandemia somaram 50 milhões
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Os números da explosão da covid em Gravataí revelam uma boa notícia; A salvação em 0,5 mL
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens Guilherme Klamt
    • política
      Advogado de Miki explica vídeo onde vereador o flagra com covid e sem máscara na rua; É Cachoeirinha 40 Graus e subindo
      por Rafael Martinelli
    • política
      Cachoeirinha 40 Graus: Advogado flagra reunião e denuncia conspiração: ’Querem cassar Miki e Maurício’; O que faziam juntos vereador-juiz da cassação e candidato derrotado à Prefeitura
      por Rafael Martinelli
    • política
      Miki tem contas invadidas; O que fizeram os hackers em nome do prefeito afastado de Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • política
      Quem vai comandar novo partido de Bolsonaro em Gravataí; ’Polarização será com Lula, Moro não é adversário’
      por Rafael Martinelli
    • bem-estar animal
      Guarda municipal de Gravataí investigado por matar cão com tiro; Dossiê na Corregedoria, Polícia e MP tem vídeos, áudios e prints
      por Rafael Martinelli
    • política
      Ex-candidato a prefeito de Gravataí deixa partido de Bolsonaro; quem ele apoia em 2022
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Gravataí e Cachoeirinha com transmissão comunitária da ômicron; É motivo para pânico? A ’ideologia da ciência’ responde
      por Rafael Martinelli
    • política
      Começa cassação do prefeito de Cachoeirinha: ’Sérgio Moro de Miki’ é do PT; os Grandes Lances dos Piores Momentos e o que pode anular o processo
      por Rafael Martinelli
    • política
      Legado de Sônia: Alan vai coordenar campanha de Patrícia e Marco Alba; A ’jóia’ não vai para o secretariado de Zaffa
      por Rafael Martinelli
    • política
      Um ano de governo, 1h com Zaffa: balanço e perspectivas; Covid, Rio, investimentos, Zaffari, pauta-bomba da Sogil e outras polêmicas
      por Rafael Martinelli e Roberto Gomes de Gomes | Edição de imagens Guilherme Klamt
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Rodrigo Becker | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.