notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 04/12/2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    Partidos

    Rodrigo Mota seguirá o caminho de Onyx e Bolsonaro a partir da fusão do DEM com o PSL

    CANOAS | Mota e a espera pelo caminho do capitão

    por Rodrigo Becker | Publicada em 07/10/2021 às 08h06

    Presidente do DEM não bebe da mesma água servida à fusão de Democratas e PSL, sacramentada nesta quarta - e tem seus motivos


    Rodrigo Mota, músico e jornalista que é a cara do DEM em Canoas, não gostou nada da decisão da cúpula nacional do partido tomada nesta quarta-feira, 6, que anunciou a fusão com o PSL. Braços dados com Onyx Lorenzoni e sua candidatura ao Piratini, Mota e a maioria do DEM local aguardam o rumo que Jair Bolsonaro dará à vida partidária e, então, seguirão pelo mesmo caminho. "Estamos com Bolsonaro", diz.

    A frase é mais simbólica do que parece. 

    Vale lembrar que o PSL foi o berço da chegada do bolsonarismo ao poder, em 2018. Paradoxalmente, foi a partir da chegada ao governo que as relações internas implodiram na sigla. Bolsonaro, que é de levar desaforo para casa, saiu do partido assim que deixou de ouvir o 'sim, senhor' de Luciano Bivar, todo-poderoso presidente do PSL e deputado federal. O partido com uma das maiores bancadas do Congresso é visto como um 'saco de gatos' ideológico, amarrados, até 2018, pela bombástica candidatura do capitão e, de 2018 para cá, por arranjos locais e acordos de cúpula que explicam mais a sobrevivência política de seus dirigentes do que um rumo ideológico claro.

    O DEM, reputo, é diferente. Ideologicamente, é o berço da 'direita que pensa o país', embora sua história seja marcada por escolhas pragmáticas, muitas vezes - ou difíceis de explicar, por outras. Nasceu do antigo PFL, que era parte a parte progressista da Arena, partido que deu sustentação política ao regime militar de 64 a 85. Como disse antes, ao contrário do PSL, o DEM em ideologia e sabe o valor do que pensa.

    Para PSL e DEM, a fusão tende a ser boa. O PSL emprestará o tamanho que o DEM nunca teve e o DEM dará pensamento político que, vez ou outra, enrolou as pernas do PSL. Mas o que parece bastante para cúpula nacional, é pouco para o DEM de Canoas - e do RS, como um todo.

    "Fomos o único Estado que votou contra essa decisão", conta Mota.

    Primeiro porque tanto DEM como o PSL romperam com Bolsonaro. A fusão entre eles deve bancar a candidatura do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta à presidência da República no ano que vem. Segundo, porque é em Onyx que o DEM gaúcho se balisa: e o ministro, faça o que fizer, não largará a mão do capitão.

    É por isso que, hoje, Rodrigo Mota, o DEM de Canoas e do Rio Grande do Sul dependem da decisão que Bolsonaro vai tomar para saberem o que os espera nesse horizonte sempre revolto que é a política brasileira.

     

     

    • política
      CC da Câmara de Gravataí não vacinou; O berrante da ’ideologia dos números’ da covid
      por Rafael Martinelli
    • política
      CPI da Sogil é matar ou morrer em Gravataí; O risco da Câmara como vilã
      por Rafael Martinelli
    • política
      Vereador preso pede para voltar a Câmara de Cachoeirinha; A fila que anda e a ameaça de derrota do ’X9’ à Presidência
      por Rafael Martinelli
    • política
      CPI da Sogil: ’Temos a sétima assinatura para abrir CPI’, diz Ávila; O poker face e os vereadores alvos da oposição
      por Rafael Martinelli
    • política
      PT de Gravataí age no modo Dênis Abrahão; A CPI da Sogil e ’nós contra eles’ os animais
      por Rafael Martinelli
    • política
      O gravataiense na filiação de Bolsonaro vai com ’mito’ até o fim; Sem ’pega centrão’
      por Rafael Martinelli
    • política
      Por que CPI da Sogil nasce morta em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • política
      Presidência da Câmara de Gravataí: processo ameaça eleição de vereador policial federal; ’Não falo com imprensa marrom’
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Rodrigo Becker | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.