notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 13/05/2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    crise do coronavírus

    Foto da reportagem do New York Times sobre Grande Porto Alegre ter sido epicentro de mortes em março

    Mais de 600 vidas perdidas em Gravataí: pandemia segue letal em em abril; O detector de mentiras do Bial

    por Rafael Martinelli | Publicada em 15/04/2021 às 19h24| Atualizada em 26/04/2021 às 21h51

    Se por decreto a pandemia está cinza no Rio Grande do Sul, a bandeira preta da ‘ideologia dos números’ segue hasteada. Gravataí é exemplo. A queda no número de vidas perdidas é de apenas 15% na comparação entre março, o pior mês da COVID, e os primeiros 15 dias deste abril em que já ultrapassamos os 600 casos.

    Até às 17h desta quinta apareciam registradas no site oficial do coronavírus 612 óbitos. São 83 em 15 dias.

    A seguir a estabilidade, neste ‘platô’ nas alturas do Morro Itacolomi, abril encerrará com 166 gravataienses vítimas da COVID. O março da morte teve 196 vidas perdidas.

    A média diária de óbitos é de 5,5; em março foi de 6,5.

    O número de casos cresceu de 18.333 no último dia de março para 19.661 hoje, o que corresponde a 6,5% dos 281 mil habitantes. A média de infectados é de 44 por dia.

    A ocupação de leitos de UTI segue em 100%.

    Como este 'urubu' tratou no Seguinte: em Nunca tantos gravataienses morreram: março teve mais óbitos do que nascimentos; A virulência da COVID-19, Gravataí está entre as cidades brasileiras que registraram mais óbitos do que nascimentos em março de 2021. Cachoeirinha chegou perto do recorde negativo.

    A letalidade inédita na história da aldeia aparece na análise dos dados do Portal da Transparência do Registro Civil do Brasil.

    Gravataí registrou 289 nascimentos e 356 mortes em março de 2021. Para efeitos de comparação, no mesmo mês do ano passado foram registrados 194 nascimentos e 108 óbitos. A virulência da COVID em março de 2021 é evidenciada também na comparação com janeiro – 217 nascimentos e 159 óbitos – e fevereiro, com 227 nascimentos e 150 óbitos.

    Em Cachoeirinha, março teve 173 nascimentos e 166 óbitos. No mesmo mês do ano passado foram 128 nascimentos e 44 óbitos. Em 2021, janeiro teve 159 nascimentos e 67 óbitos e fevereiro 137 nascimentos e 63 óbitos.

    A diferença entre nascimentos e óbitos já vinha caindo gradualmente no Brasil, mas o excesso de mortes durante a pandemia está acelerando o encontro destas duas curvas, algo que o IBGE projetava que deveria acontecer apenas daqui a mais de duas décadas, em 2047.

    Os dados incluem mortes por todas as causas e ainda são preliminares. Há um prazo médio de dez dias para que os óbitos e nascimentos sejam registrados nos cartórios e para que as informações sejam colocadas no sistema – portanto, ainda não tenho dados de abril.

    Ao fim, não é preciso o detector de mentiras do Bial. A ‘ideologia dos números’ mostra que o fim da pandemia, e o 'novo normal', estão tão longe quanto a vacina da população.

    Lembra-me Maiakóvski:

     

    Cuspindo,

    tirados os sapatos

    galgo os degraus

    A dor no coração não silencia,

    começa a selar elo a elo.

    Foi assim

    que o assassino

    Raskólnikov

    veio tocar a campainha.

     

    LEIA TAMBÉM

    Gravataí e Cachoeirinha: as novas regras para o comércio; 50 tons de bandeira cinza

    Lockdown deu certo: Araraquara tem 2 dias sem mortes, Gravataí tem 5 a cada 24 horas; O efeito Páscoa e a UTI só em hospital militar

    A polêmica da volta às aulas: Gravataí e Cachoeirinha odeiam professores?; Para alguns nas redes sociais parece

    6 meses para ’vacina municipal’: no conta gotas atual, 2 anos para imunizar Gravataí e Cachoeirinha

    • coronavírus
      Em 24h, vacinas para professores: Gravataí e Cachoeirinha iniciam nesta quinta; Tem drive-thru na GM
      por Rafael Martinelli
    • política
      Bordignon fala: PT, Lula, Dimas, Ávila e a ’incompatível história’ com Marco Alba e Bolsonaro
      por Rafael Martinelli
    • pedágio
      Após 400 milhões de dinheiro público, ERS-118 será concedida para pedágio; 040 e 020 também
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Cachoeirinha começa a vacinar professores quinta, Gravataí decide amanhã; Justiça autoriza
      por Rafael Martinelli
    • política
      Prev(s)idência: Anabel, Dila e PDT entram pela porta de Zaffa, os Bordignons saem por outra; Agora tudo é GreNal na política de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Por que Hospital de Campanha de Cachoeirinha fechou e o de Gravataí não; Zaffa acerta como Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Segunda de volta às aulas do 3º, 4º, 5º ano em Gravataí: prefeito e professores divergem; Entre ’aos poucos a normalidade’ e ’o Centro estava um horror’
      por Rafael Martinelli
    • política
      Fernando Deadpool saiu do grupo; Vereador de Gravataí desligou-se de WhatsApp da base de Zaffa
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Sai a ciência, entra a política: Leite passa pincel de colorir mapinha para prefeitos de Gravataí e Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • contas públicas
      Acerta Zaffa com a reforma da previdência de Gravataí; Uma ’pauta-bomba’ para muitos desarmarem
      por Rafael Martinelli
    • emprego
      Prefeitura de Cachoeirinha vai abrir concurso para 38 cargos
      por Redação | Assessoria
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Rodrigo Becker | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.