notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 22/06/2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    crise do coronavírus

    Secretário da Fazenda Davi Severgnini na Câmara hoje | Foto NÍCOLAS CORRÊA | Câmara de Gravataí

    Furou a bolha da COVID: Orçamento da Saúde termina em setembro; 2021 não será um ano bom

    por Rafael Martinelli | Publicada em 24/02/2021 às 19h22| Atualizada em 08/03/2021 às 18h15

    Se 2020 terminou com Gravataí com contas em dia graças ao socorro federal para enfrentar a crise do novo coronavírus, 2021 pode ser o ano em que, em meio a uma pandemia, o dinheiro para a saúde pode acabar três meses antes do 31 de dezembro. Um dos 'remédios' pode ser o fechamento do Pronto Atendimento 24 Horas.

    – Será um ano difícil. É inevitável a aprovação da mãe das reformas, que é a da previdência municipal – alertou o secretário da Fazenda Davi Severgnini, em audiência pública na Câmara de Vereadores, na tarde desta quarta.

    Volto ao tema previdenciário em outro artigo. Assim como detalho números trazidos pelo secretário na reunião que acabou há pouco e ainda vou estudar.

    O principal alerta é que, sem os recursos do socorro federal, que não serão repetidos neste ano, o Orçamento da Saúde esgota em setembro. Já foi necessária antecipação de cotas orçamentárias em menos de dois meses do governo Luiz Zaffalon.

    Para se ter uma ideia do impacto, em 2020 Gravataí recebeu R$ 41 milhões, em quatro parcelas, para compensar a perda de receita com ICMS. Só que dos R$ 162 milhões estimados no retorno de impostos, R$ 156 milhões foram realizados. Ou seja: a queda foi de R$ 6 milhões, fazendo que com a compensação ‘sobrassem’ R$ 34 milhões. Outros R$ 3,2 milhões foram repassados para uso na COVID e mais R$ 1,8 milhão na Lei Aldir Blanc, para socorrer artistas. E o principal: recebeu autorização para ‘pedalar’ a previdência, o que evitou gastar R$ 70 milhões.

    – Não é um dinheiro que ficou numa conta. Dos R$ 216 milhões investidos na saúde colocamos mais de R$ 100 milhões de recursos próprios. Só no Hospital de Campanha e no contrato com o Dom João Becker foram R$ 30 milhões – exemplificou o secretário, lembrando que a obrigação constitucional é de 15%, mas Gravataí investiu em média 22% nos últimos oito anos e, no 2020 da pandemia, 27%.

    Em 2021 o Hospital de Campanha está sendo mantido apenas recursos próprios, como tratei em DDDDDDDDDDD.

    – É um milhão e meio por mês. Com a pandemia no pior momento, não temos como fechar. E logo vem o inverno... – alerta Davi, apelando para que vereadores busquem emendas com deputados federais, enquanto o prefeito Luiz Zaffalon busca a liberação de recursos permanentes em Brasília.

    O secretário antecipou o plano de fechar serviços de saúde. Não citou o Pronto Atendimento 24 Horas, mas nem precisava.

    – Não planejávamos investir os mesmos 27% na saúde. A ideia era em 2021 fechar serviços que não são mais necessários com outros abertos. Temos uma nova UPA, que cobre serviços e tem custo permanente, todo pago pela Prefeitura – explicou.

    – Paramos tudo porque entramos no pior momento da pandemia e o prefeito Zaffalon priorizou o esforço para abrir 30 leitos em 10 dias. É um custo de R$ 200 mil mensais – concluiu.

    Ao fim, lembrou-me 1933 não foi um ano bom, de Fante. O protagonista falando consigo mesmo:

    – Foi um inverno ruim. Uma noite, arrastando-me para casa na neve infernal, os dedos dos pés ardendo, as orelhas em fogo, a neve rodopiando ao meu redor um bando de pássaros irados, estaquei no meio do caminho. Era chegada hora de fazer um balanço. Com bom ou mau tempo, certas forças no mundo estavam em ação tentando me destruir. Aguente firme, Dominic Molise!

    Fato é que, a partir da fala do advogado e economista que há 8 anos controla as contas de Gravataí, 2021 será pior que 2020, mesmo que a pandemia termine amanhã – assim como nossas tristezas.

    Um milagre que não aconteceu para Dominic que, frente às impossibilidades da vida humana, escolhia entre seu sonho dourado e uma pequena existência que lhe era insuportável.

    2021 não será um ano bom.

     

    Assista às 2h da audiência, que teve perguntas dos vereadores

     

    • negócios
      Com ’milhares de empregos’, Lojas Americanas projeta ampliação de centro de distribuição em Gravataí
      por Redação
    • emprego
      A GM de Gravataí está contratando; Saiba como se cadastrar
      por Redação
    • saúde
      Parceria Zaffa & Marco Alba confirma ampliação da UTI de Gravataí: Prefeitura banca metade do investimento no Becker; O acerto Santa Casa
      por Rafael Martinelli | Assessoria
    • operação proximidade
      Cachoeirinha: O que intriga no ’caso SKM’ que agora apreendeu dinheiro do prefeito e de empresários
      por Rafael Martinelli
    • pedagiaço
      A Gravataí que não engole pedágio: ’Depois de 14 anos pagando a duplicação ninguém merece’; O país do faturo
      por Rafael Martinelli
    • negócios
      Os milhões que Gravataí já perdeu com a GM parada; Aguente firme, Dominic!
      por Rafael Martinelli
    • política
      Ação judicial pede anulação da Reforma da Previdência de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • pedagiaço
      Gravataí dos 3 pedágios: Leite confirma cobrança na 118 e 020 em Gravataí; Não era ’fake news’
      por Rafael Martinelli
    • política
      Vereadores querem mexer com 276 mil cada por ano; Cachoeirinha e o pior do Brasil
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      A ’despiora’ da COVID: platô é de 3 vidas perdidas por dia em Gravataí; São mortes com rosto, como os Denicol ou a profe Maura
      por Rafael Martinelli
    • ppp da corsan
      Falta de água e esgoto em Gravataí: Corsan anuncia meio bilhão e reservatório nas Moradas; Grito de Zaffa deu resultado
      por Rafael Martinelli | Assessoria
    • política
      O gravataiense que come a la minuta com Bolsonaro em Brasília
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Rodrigo Becker | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.