notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 16/01/2022

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    3º Neurônio | ideias

    Computação quântica: o terror cibernético da inteligência artificial livre; A Big Data já era

    por Fernando Horta | Publicada em 16/11/2021 às 16h05| Atualizada em 17/11/2021 às 11h52

    "Enquanto a gente tá discutindo "os efeitos das redes sociais na democracia", tem gente fazendo coisas bem mais assustadoras. Segue a thread de terror cibernético com links aí abaixo, e depois vai tomar umas boletas para se recuperar". O Seguinte: reproduz as tuitadas do jornalista Fernando Horta 

     

    Em 2017 o Facebook colocou duas inteligências artificiais diferentes para "conversar" entre si. Em pouco tempo elas desenvolveram uma linguagem própria completamente desconhecida e ininteligível para nós. Só pararam quando foram desligadas.

    Em 2016, um "androide" com capacidade de se comunicar fez uma tour pelo mundo, conversando com vários jornalistas durante sua viagem. Sophia tinha a habilidade de aprender com conversas. Em várias entrevistas fez falas ameaçadoras à humanidade.

    Em 2018, de novo um experimento, criou uma IA para conversar por chat com todos os que quisessem numa rede social. Ela aprendia a cada conversa. Em menos de uma semana ela se tornou uma nazista pornográfica só com as influências da rede.

    Em 2017, foi criada uma IA para "aprender" a jogar xadrez. Programaram as regras básicas e deixaram AlphaZero jogando consigo mesmo por 48 horas. Após isso ele ganhou de TODOS os programas de xadrez criados pelo homem.

    Não apenas o ALPHAZERO ganhou de todos os programas criados pelo homem por margem gigantesca de vitórias, como modificou a forma como os humanos jogam o jogo há mais de 300 anos, pelo menos. Hoje é imbatível mesmo contra os melhores computadores do mundo.

    Agora, em 2021, um estudo pede que a humanidade nunca crie qualquer coisa próximo a uma inteligência artificial livre. Segundo os cientistas, a humanidade não terá como controlar a "coisa" e será exterminada. Não é ficção, te liga, é um artigo científico.

    Antes de falecer, Stephen Hawking, um dos cientistas mais influentes do mundo fez um assustador discurso em que avisava que as IA seriam um perigo real para a humanidade.

    A China já em 2020 buscava o desenvolvimento de IA para resolver os problemas da economia planejada. Supostamente uma IA poderia regular a economia muito melhor que "a mão invisível" do mercado.

    Enquanto a China tem planos de as IA beneficiarem a todos, o capitalismo já desenvolve várias para atuar em bancos, sistema financeiro e gerenciamento de produção. O objetivo? Lucro, claro. É estão sendo denunciadas por vários CEO's pelo mundo todo.

    O mundo está no limite de desenvolver a chamada computação quântica, em que computadores completamente diferente serão criados com velocidades de processamento inimagináveis. Agora liga computação quântica, IA e o desejo capitalista de lucra cada vez mais.

    Preocupados com o futuro, o governo do Canadá, reorientou parte de sua política para fechar o "quantum gap". A distância que o país teria para as potênciasmais avançadas nesta tecnologia.

    O temor dos canadenses é que uma vez alcançada a "supremacia quântica", as vantagens comparativas destes países serão definidora da posição internacional pelos próximos séculos. Nada no mundo material poderá alterar a balança internacional após esta barreira.

    No fim, a "big data" contra a qual estamos lutando no Brasil, já é uma estratégia de dominação ultrapassada. E enquanto alguns países já desenvolvem IA e processamento quântico a gente fica discutindo se vai votar em 2022 e vê a fome atingir quase 20% da população.

    Tenham um bom dia. Se puderem.

    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Rodrigo Becker | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.