notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 24/09/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    crise do coronavírus

    Principal argumento é que Gravataí atende perfeitamente aos índices estabelecidos pelo Estado para definir a lista de 30 municípios contemplados

    Estado deixa Gravataí fora de programa de testagem e Prefeitura vai à Justiça; entenda a nova polêmica Marco Alba vs. Eduardo Leite

    por Redação | Publicada em 02/08/2020 às 18h16| Atualizada em 06/08/2020 às 18h29

    Depois de ter sido deixada de fora do projeto Testar RS, anunciado no último dia 23 de julho pelo governador Eduardo Leite, a Prefeitura, por meio de sua Procuradoria-Geral do Município (PGM), ingressou na Justiça local, na última quinta-feira, 30, com uma ação civil pública com pedido de tutela de urgência contra o Estado do Rio Grande do Sul, pedindo que Gravataí também seja contemplado com a testagem.

    O principal argumento é que o município atende perfeitamente aos índices estabelecidos pelo Estado para definir a lista de 30 municípios contemplados.

    – Gravataí tem feito a sua parte, com muito esforço por parte do governo e da comunidade. Ampliamos a capacidade instalada dos serviços de saúde com novos médicos, ampliação de leitos de internação hospitalar e qualificação dos espaços para atender à comunidade com segurança, mas a testagem ampliada é indispensável para diagnosticar a nossa população – reitera o secretário de Saúde de Gravataí, Jean Torman.

    – Gravataí apresenta índices maiores do que os observados pelo Estado, cujo mapa epidemiológico geralmente é atrasado comparado ao acompanhamento local realizado pelo ente municipal, sendo prejudicado pelos critérios referidos, impactando a população gravataiense que apresenta sintomas de síndrome gripal, pertencentes ao Grupo 3, mas que não conseguem atualmente acesso aos testes realizados pelo ente público – sustenta a PGM na ação. 

    Conforme a ação, “além disso, o referido programa sequer apresenta cronograma de testes em relação ao Grupo 4, referente a indivíduos que tiveram contato com pessoas portadoras diagnosticadas com COVID-19, ficando a população a mercê da propagação do vírus, tendo que recorrer a laboratórios privados para a realização do testes, o que certamente não configura atitude mais razoável ou eficaz para a prevenção e contenção da Pandemia do Coronavírus, ainda mais em situação de calamidade pública no Município".

    A Prefeitura sustenta que “a ampliação da testagem para COVID-19 é indispensável para a identificação precoce dos grupos de infecção e o isolamento de infecções sintomáticas e assintomáticas, reduzindo a transmissão do vírus e atenuando o crescimento da curva epidêmica” e "é fato público e notório que desde que a doença se espalhou pelo mundo, a principal lição oferecida pelos países que conseguiram controlar o contágio foi o uso massivo de testes seguido pelo rastreamento dos contatos de quem testa positivo. Tal combinação possibilitou que o ciclo de contaminação fosse quebrado, diminuindo então a quantidade de novas vítimas”.

    A Prefeitura acrescenta que "embora o Município esteja testando as pessoas que apresentem sintomas, dentro das suas possibilidades, mesmo assim é evidente que, diante do aumento da contaminação na cidade, tal medida não é mais suficiente e resta imperioso testar toda pessoa que tenha contato com um caso confirmado”. A justificativa é que mesmo pessoas sem sintomas podem estar contaminadas e, então, contaminar outros indivíduos. Além disso, a pessoa pode ser pré-sintomática e ainda não apresentar sintomas, mas igualmente já pode contaminar outros contatos.

     

    LEIA TAMBÉM

    Miki solta pitbull no Hospital de Campanha; como já funciona atendimento para COVID em Cachoeirinha

    Gravataí em ’coma’ pela COVID; Mortes crescem 300 por cento e prefeito alerta paradas, interior e Moradas

    Governador quer mais mãos para colorir o mapa da COVID; a lógica do ’Decreto-Pilatos’

    Vídeo protesto: Associação Comercial faz terraplanismo contra distanciamento social em Cachoeirinha; alerta de cancelamento​

    Metade de Gravataí e Cachoeirinha tem doenças que potencializam a COVID 19; alerta aos covidiotas

    É hora de multar quem não usa máscara em Gravataí e Cachoeirinha!; bom, entre maus exemplos de políticos 

    • duplicação
      Estado inaugura viaduto e mais 3,5km na 118
      por Redação
    • coronavírus
      Os ’novos leitos’ de UTI já funcionam desde julho
      por Redação
    • eleições 2020
      Os bens dos candidatos; Zaffa é o ’mais rico’
      por Rafael Martinelli
    • política
      Dimas: Marco Alba pode se defender na Câmara
      por Rafael Martinelli
    • eleições 2020
      Com COVID, candidatos do governo estão em isolamento
      por Rafael Martinelli
    • política
      Ruiu conspiração anti-Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    • política
      Juíza acaba com sessões às escondidas na Câmara
      por Rafael Martinelli
    • gravataí
      Décimo antecipado; 10 milhões na economia
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.