notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 22/11/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    polícia

    Pelo menos 114 telefones celulares de uma leva de 335 aparelhos comprados no ano passado foram furtados da Prefeitura de Cachoeirinha no começo deste ano

    Cadê os celulares da Prefeitura que estavam aqui?

    por Silvestre Silva Santos | Publicada em 30/04/2019 às 11h41| Atualizada em 06/05/2019 às 16h18

    Agentes da 1ª Delegacia de Polícia de Cachoeirinha, comandados pelo delegado Leonel Baldasso Pires, cumpriram na manhã de hoje três mandados de busca e apreensão e detiveram três mulheres e um homem por crime de receptação de material furtado.

    No caso, eles tinha quatro celulares de um total de 114 aparelhos que foram, digamos, subtraídos no começo deste ano da Prefeitura de Cachoeirinha por um funcionário de empresa terceirizada que já foi desligado das atividades que realizava no município.

    De acordo com o que o delegado Baldasso disse à imprensa, no final do ano passado o governo municipal comprou 335 novos celulares para serem empregados por servidores com cargos em atividades essenciais da administração.

    No começo deste ano, a administração comunicou o desaparecimento de 114 dos aparelhos comprados, furto praticado pelo servidor que atuava na Secretaria Municipal de Obras de Cachoeirinha.

    A polícia chegou à localização dos aparelhos apreendidos na manhã desta terça (30/4) depois de pedir às operadoras de telefonia o monitoramento e a imediata informação à investigação da habilitação dos celulares. Até agora, oito foram habilitados.

    Conforme o delegado Baldasso declarou e a Rádio Gaúcha noticiou hoje, a investigação quer apurar, agora, como foram furtados os 114 telefones, qual a real participação do funcionário já afastado e se há envolvimento de mais servidores.

     

    Prefeitura

     

    De acordo com a reportagem da emissora da capital, a Prefeitura de Cachoeirinha declarou que aguarda pela recuperação de todos os aparelhos furtados, e que se ficar comprovada a participação de qualquer funcionários do governo, ou de alguém que ocupe Cargo em Comissão (CC), estes serão sumaria e imediatamente desligado de suas funções.

     

    PENAS

     

    Receptação – No caso das pessoas detidas na manhã desta terça: De um a quatro anos de prisão mais o pagamento de multa.

    Peculato – Crime contra a administração pública, caso do servidor acusado de furtar os telefones: De dois a 12 anos de prisão mais o pagamento de multa.

    • opinião
      Conselheira tutelar livre de cassação; outra também será
      por Rafael Martinelli
    • imóveis e moradias
      Gravataí: cidade-dormitório nunca mais
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Bombeiro, Dilamar e Dimas livres; TSE inocenta
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      O dia em que a Câmara foi o STF; e deu empate!
      por Rafael Martinelli
    • personagens
      COM VÍDEO | A ’ponte aérea’ de Sirmar do ônibus Norte à Rede Globo
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Vereadores do partido do prefeito pedem desfiliação
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Cassação ameaça outra conselheira tutelar eleita
      por Rafael Martinelli
    • educação
      Maior escola estadual de Gravataí ameaçada de extinção
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Aniversário do prefeito foi convite à reeleição
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.