notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 18/11/2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    polícia

    Gabriel foi morto a tiros dentro do Hospital Centenário, em São Leopoldo, por atiradores que o confundiram com suspeito de dois homicídios no Vale dos Sinos. FOTO | Álbum pessoal/Facebook

    COM VÍDEO | Jovem executado por engano em hospital era de Cachoeirinha

    por Silvestre Silva Santos | Publicada em 09/11/2018 às 13h37| Atualizada em 09/11/2018 às 14h43

    A Delegacia de Homicídios de São Leopoldo, comandada pelo delegado Alexandre Quintão, ainda não tem suspeitos da autoria da execução do jovem Gabriel Villas Boas Minossi, de 19 anos e morador de Cachoeirinha, executado na madrugada de hoje (9/11) no Hospital Centenário, naquela cidade do Vale dos Sinos.

    Gabriel  foi morto por engano, de acordo com a polícia e seus familiares, por volta das 4h30min desta madrugada, quando pelo menos quatro homens fortemente armados invadiram a enfermaria do hospital. Além de Gabriel, mais duas pessoas foram atingidas pelos disparos, mas não correm risco de morte.

    Conforme o delegado Alexandre, pelo menos 20 tiros foram desferidos dentro do hospital. Os bandidos teriam fugido no mesmo carro em que chegaram, um Ford modelo Focus, de cor preta, que ficou com o motor ligado na entrada da emergência. Os homens renderam funcionários e seguranças do Centenário.

     

    Endereço errado

     

    Segundo o delegado, os tiros que atingiram o morador do Parque da Matriz tinham como alvo outra pessoa, identificada como Alex Júnior Abreu Tubiana, de 28 anos, com duas passagens pela Polícia por crimes de homicídio e que estava em liberdade desde o dia 26 de outubro, há cerca de duas semanas, portanto.

    Tubiana deu entrada no Hospital Centenário, baleado, na quarta-feira, e ontem ele mesmo disse aos policiais que estava correndo risco. Ele se encontrava na mesma enfermaria en que Gabriel estava, e ontem à noite foi transferido para outra ala do hospital. Os atiradores desta madrugada não sabiam desta transferência e executaram Gabriel, achando que era Alex Tubiana.

     

    Sem policiamento

     

    O pai de Gabriel, Marcelo Minossi, disse a uma emissora de rádio da capital que desde ontem à tarde havia um temor de funcionários e seguranças do hospital diante das informações de que os bandidos iriam invadir para executar Alex Tubiana. Mesmo assim, segundo ele, não havia qualquer policiamento dentro do Centenário.

    Um tio do jovem executado e que também mora em Cachoeirinha lamentou a morte do rapaz, com quem mantinha contatos frequentes.

    --- Ele se acidentou com a moto quando estava indo trabalhar, na semana passada, e o hospital mais próximo era o Centenário. Depois das cirurgias - ele sofreu fraturas nas pernas - deveria ter recebido alta ontem, mas por causa da pressão alta ficaria internado mais alguns dias para observação --- contou o tio.

    De acordo com Marcelo Minossi, uma irmã sua, e madrinha de seu filho Gabriel, passava a noite com o rapaz quando houve a invasão e os disparos.

    --- Ela não ficou ferida, acordou com os tiros. O meu filho deu os últimos suspiros nos braços da minha irmã --- contou Marcelo em entrevista à emissora de Porto Alegre agora pela manhã.

    O rapaz era filho de Indianara Martins Vilas Boas e Marcelo Minossi, e tinha mais duas irmãs. Era frequentador de centros de tradições gauchescas, tocava violão, e gostava de motociclismo. Era considerado um jovem extrovertido e muito ligado à família.

    Os detalhes do sepultamento de Gabriel ainda não foram divulgados.

     

    Confira os vídeos divulgados pela Polícia Civil:

     

     

     

     

     

    • mais médicos
      Saída de médicos cubanos preocupa prefeitura
      por Rafael Martinelli
    • pequenas empresas, grandes histórias
      COM VÍDEO | Lentes que retratam vidas
      por Eduardo Torres | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • saúde
      Frente de prefeitos reage a saída de médicos cubanos
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Hoje até vereador comemora médicos indo embora
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Todo sábado é dia para adotar um pet na Sperk
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • meio ambiente
      COM VÍDEO | A nossa lista vermelha da extinção
      por Eduardo Torres
    • trânsito
      Fim da tranqueira no trânsito está mais próximo
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Saída de médicos cubanos é desastre para Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • eleições 2020
      OPINIÃO | Não façam Bordignon ’Miss Colômbia’ outra vez
      por Rafael Martinelli
    • meio ambiente
      Cobrança pela água do Gravataí pode gerar R$ 9 mi em um ano
      por Eduardo Torres
    • desejo azul
      Gremistas entregam alegria para crianças doentes
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • seu bolso
      OPINIÃO | Silvio Santos é um velho babão
      por Rafael Martinelli
    • cachoeirinha
      Asfalto em 33 ruas é símbolo para governo Miki
      por Rafael Martinelli com assessoria
    • educação
      OPINIÃO | O big brother da escola sem partido em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • história
      A história da Cachoeirinha do primeiro pedágio
      por Eduardo Torres
    • coluna do silvestre
      ‘Jardins do pesadelo’ estão perto do fim?
      por Silvestre Silva Santos
    • política
      OPINIÃO | 25 nomes para prefeitura de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • polícia
      Jovem executado por engano em hospital era de Cachoeirinha
      por Silvestre Silva Santos
    • vereadores
      Quem leva a presidência da câmara de Gravataí?
      por Rafael Martinelli
    • efeito cascata
      OPINIÃO | Vereadores, não aumentem os salários
      por Rafael Martinelli
    • 2020
      OPINIÃO | A sucessão nas mãos de Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.