notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 03/08/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    o seguinte indica:

    Adaptação da arte de Math Essay

    Não é 1984, mas parece

    por Editorial | El País | Publicada em 28/01/2017 às 13h27| Atualizada em 30/01/2017 às 17h56

    O romance de George Orwell já prenunciava os excessos de Trump. O Seguinte: recomenda e reproduz o editorial do El País

     

    Mais que uma utopia negativa que se referisse a um futuro remoto, o que George Orwell fez em seu célebre romance 1984 foi sobretudo falar de seu próprio mundo, apontando os terríveis caminhos para os quais o haviam empurrado os regimes totalitários, o nazi-fascista e o comunista. Mas houve de fato um aspecto em que, mais que tratar de seu presente, ele se antecipava a uma sociedade futura que certamente já havíamos começado a habitar quando se chegou à data que deu título a seu livro. E é essa atmosfera rarefeita que fica resumida em um dos cartazes expostos nesse Ministério da Verdade onde trabalhava Winston, o protagonista.

    “A guerra é a paz / a liberdade é a escravidão / a ignorância é a força”, diziam ali os slogans do Partido, e é essa cínica e prepotente tergiversação dos conceitos, esse convite determinado a dar a mentira por verdade, e a confundir tudo deliberadamente, o que devolveu o livro de Orwell à atualidade com a vitória de Donald Trump, o Brexit e o avanço de tantos populismos nacionalistas, até alçá-lo ao número 1 das vendas na Amazon.

    É verdade que aqueles lemas podiam ajustar-se como uma luva à propaganda nazista ou à lavagem de cérebros que tão bem souberam aplicar os dirigentes comunistas, mas o que Orwell antecipava em 1984 é que essas fórmulas podiam também se transferir a outros sistemas supostamente mais abertos, graças a essa nova língua que os meios de comunicação impõem e que permite fabricar fatos — os “fatos alternativos” dos quais falava Kellyanne Conway, assessora de Trump — que nada têm a ver com a realidade, mas que grande parte dos cidadãos termina por dar por corretos.

    Estamos nesse ponto, e por isso é urgente voltar ao Orwell mais briguento, ao que criticou radicalmente qualquer tipo de manipulação, por mais impecável fosse sua aparência de modernidade.

    • app TEU! Ônibus
      Aplicativo permite saber quando Transcal chega na parada
      por Redação
    • crise do coronavírus
      Gravataí território livre da cloroquina; é fria, prefeito!
      por Rafael Martinelli
    • política
      O post feliz de Dilamar; apoio de Bordignon a Dimas não é
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Estado deixa Gravataí fora de programa de testagem e Prefeitura vai à Justiça; entenda a nova polêmica Marco Alba vs. Eduardo Leite
      por Redação
    • crise do coronavírus
      Miki solta pitbull em Hospital de Campanha sob suspeita
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Gravataí em ’coma’ pela COVID; Mortes crescem 300 por cento e prefeito alerta paradas, interior e Moradas
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Governador quer mais mãos para colorir o mapa da COVID; a lógica do ’Decreto-Pilatos’
      por Rafael Martinelli
    • política
      Dimas e Evandro escorregam na poça d´água da política; mais guardas não é prioridade em uma pandemia
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Vídeo protesto: Associação Comercial faz terraplanismo contra distanciamento social em Cachoeirinha; alerta de cancelamento
      por Rafael Martinelli
    • política
      Em artigo bomba, Marco Alba apela para MDB deixar governo Leite; o ’capitalismo de compadres’
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.