notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 25/05/2018
profissionais de sucesso

Natural de Torres, José Nivaldo da Rosa possui quatro lojas em Gravataí e, na segunda-feira que passou, iniciou seu quarto mandato como presidente do Sindilojas

COM VÍDEO | Tiramos a gravata do José Rosa

por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt | Publicada em 14/03/2018 às 18h17| Atualizada em 22/03/2018 às 15h26

Alguém seria capaz de imaginar que um jovem saído do interior de Torres, para trabalhar em Porto Alegre em busca de um futuro melhor, acabaria se tornando um bem sucedido empresário do ramo de confecções em Gravataí, e responsável por administrar o mais pujante sindicato lojista do Rio Grande do Sul?

Pois foi o que aconteceu com José Nivaldo da Rosa, um jovem que auxiliava o pai – como pintor – em uma modesta oficina de automóveis e que aos 20 anos resolveu buscar “novos horizontes” na capital dos gaúchos. Ali, destacou-se nas Lojas Renner, onde ingressou como vendedor.

Em pouco tempo foi laureado como melhor vendedor do mês numa disputa com mais 27 colegas. Sua vontade de ascender profissionalmente e prosperar na carreira o tornaram, em seguida, assistente de compras. O cargo o levou a viajar pelo Brasil para verificar nas fábricas o que de mais moderno havia para colocar no mercado.

Isso ainda era nos anos 70. Já na década seguinte, tendo recebido proposta para atuar em outro grande magazine, que preferiu não citar o nome, trocou de emprego. Ficou cerca de quatro anos quando recebeu proposta para um emprego ainda melhor. No mesmo ramo de tecidos e confecções.

Foi aí que...

 

O peso da inflação

 

José Rosa, como o comerciante de Gravataí é popularmente conhecido e chamado hoje, aos 64 anos, botou na ponta do lápis o salário que receberia no novo emprego, custos que teria para se deslocar desde Gravataí, onde já estava morando, a galopante inflação da época acima dos 30% ao mês e tomou a decisão: ter seu próprio negócio.

Foi assim que em 15 de julho de 1987 abriu a primeira loja José Rosa Confecções, com menos de 50 peças no mostruário e prateleiras. Empresa que se multiplicou: Além da loja matriz, na Avenida dos Estados, tem mais duas. Há menos tempo, em 2013, abriu também o Espaço José Rosa, mistura de loja com salão de beleza e café.

Ele é casado com Ana de Lourdes Magnos Rosa há 43 anos, pai de Pablo (38 anos) e de Pâmela (28), e avô de uma menina com recém seis meses. Para a esposa coube administrar a loja matriz, e aos filhos sobrou a responsabilidade de cuidar das demais lojas. Claro, sempre com a supervisão do próprio José Rosa.

 

A liderança

 

Desde que abriu a primeira loja, José Rosa é membro do Sindilojas de Gravataí. Chegou a exercer a função de diretor entre os anos de 2004 e 2006. Mas saiu “com as pernas bambas” quando, no final de 2006, foi simplesmente comunicado que seria o próximo presidente da entidade. Ainda ‘esperneou’, achou que não estava preparado, mas...

Isso era na antiga sede, em uma sala pequena na Galeria Dom João Becker, próximo do Parcão. No dia, segunda, José Rosa assumiu – posse festiva para uma eleição de 5 de dezembro com chapa única – em seu quarto mandato à frente do Sindicato Lojista. Desta vez nos requintados salões da nova sede do Sindilojas, inaugurada em 2012.

A continuidade de José Rosa à frente da entidade não significa, segundo ele mesmo diz, que não existam empresários capazes de ocupar o cargo. É decorrência de outros fatores.

--- Tem gente competente e que poderia tocar isso aqui, sim, com certeza. O que acontece é que os cargos da diretoria não são remunerados, e isso afasta quem poderia, até porque são pessoas extremamente compromissadas com seus negócios --- justifica o presidente.

E lembra:

--- Eu tenho uma situação mais confortável porque ao longo do tempo minha esposa e filhos assumiram as lojas, estão administrando muito bem. Então eu tenho tempo disponível para trabalhar pelo Sindilojas.

 

: Presidente José Rosa (esquerda) recebeu o Seguinte: na sede do Sindilojas

 

Nova sede

 

Sobre a construção da nova sede, processo que iniciou em 2010 e não levou mais que dois anos para a inauguração, José Rosa contou que a ideia surgiu de uma forma quase despretensiosa. O Sindilojas tinha recursos e adquiriu o terreno, sem que tivesse planejado exatamente a obra. Poderia ser um estacionamento para gerar renda.

Entre encontros e viagens o presidente participou de duas inaugurações, uma em Canoas e outra em Porto Alegre, em que questionou como as obras havia sido projetadas, de onde vieram os recursos, como fazer para acompanhar a construção. Minimizou os detalhes, literalmente.

Foi quando, contou ele hoje cedo para o Seguinte:, convocou a diretoria, principalmente os vice-presidentes que são os que têm o poder decisório maior, e propôs erguer o quase suntuoso prédio, na rua Adolfo Inácio Barcelos, esquina com Antônio Donga, no centro de Gravataí.

São quatro andares em um vistoso prédio projetado pela Torres & Bello Arquitetos com execução da Finger Engenharia e Construções. E tudo muito bem distribuído. No térro ficam recepção, área comercial, sala de espera e consultórios. No segundo andar ficam a presidência e administração do Sindilojas.

E os outros dois? Daí é que entrou em ação o espírito visionário do presidente e sua diretoria. No terceiro andar estão espaços que servem para festas bem como salas moduláveis que podem ser utilizadas por empresas, para treinamentos, para realização de palestras e convenções.

No quarto andar além de um salão de festas com bar, há um terraço onde, não raro, são realizadas comemorações de casamentos, formaturas, aniversários... Ou seja, são dois andares destinados à geração de receita para a entidade. E o Sindilojas soube se aparelhar bem para sediar estes eventos.

No subsolo, além da garagem, há um almoxarifado onde se encontra de tudo para decoração dos espaços de festas. Desde toalhas finas até candelabros, castiçais, muitos quadros – modernos e retrôs – às mesas e cadeiras de diferentes tipos e modelos. A escolha se dá ao gosto do cliente e conforme a festividade.

 

Na Fecomércio

 

José Rosa já está eleito. Vai ser um dos vice-presidentes da Fecomércio do Rio Grande do Sul, entidade que congrega todos os sindicatos de lojistas do estado e tem, sob seu guarda-chuvas, nada menos que o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), braços da confederação nacional lojista.

Ele próprio ainda não sabe qual das vices vai ocupar, mas garante que estará lá a convite do presidente reeleito – também em chapa única – da Fecomércio, Luiz Carlos Bohn. Até agora e desde 2007, como presidente em Gravataí, Rosa ocupava cargo na diretoria da Fecomércio RS.

 

Confira no vídeo abaixo a entrevista de José Rosa, presidente do Sindilojas, para o Seguinte:.

 

COMPARTILHE BOAS NOTÍCIAS

Se você tem uma dica gastronômica, de uma boa história de empreendedores, de profissionais de sucesso, de personagens anônimos ou famosos, de artistas, de lugares ou de histórias fantásticas de Gravataí, envie para o e-mail redação@seguinte.inf.br, pelo Whats 996475170 ou pelo nosso Facebook que a gente pode contar em O MELHOR DE GRAVATAÍ. 

 

 

 

SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
Gráfica e Editora Vale do Gravataí
Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

redacao@seguinte.inf.br

Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.