notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 18/10/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    contação de histórias

    Rosane Castro é uma profissional da contação de histórias desde 2005, e já percorreu quase todo o Rio Grande do Sul e foi a vários outros estados brasileiros

    COM VÍDEO | As histórias que Rosane conta

    por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt | Publicada em 19/03/2018 às 17h44| Atualizada em 27/03/2018 às 13h43

    Em 20 de março do ano passado publicamos aqui no Seguinte: uma reportagem sobre a vida de Gilse Rosane da Silva Castro. Foram notas colhidas em meio ao preparo de um macarrão com carne ao molho vermelho, umas noites antes e na companhia da filha, Vitória.

    Pois nesta terça transcorre o Dia Internacional dos Contadores de Histórias, razão daquela primeira reportagem. Voltamos à casa de Rosane Castro, como ela é conhecida e chamada por todos, uma das poucas contadoras de histórias que vive da profissão, em Cachoeirinha.

    A razão principal foi o pedido para divulgar que nesta quarta-feira, dia 21, acontece uma comemoração especial em função da data desta terça, na Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre, a partir das 18h30min. A organização é da Biblioteca Lúcília Minsen.

     

    LEIA TAMBÉM

    Jantamos com a contadora de histórias

     

    Na mesma casa

     

    Encontramos Rosane na casa 01 do condomínio onde habita com a filha, no bairro Canarinho, em Cachoeirinha. Desta feita, ela aproveitou a presença da nossa reportagem para gravar um vídeo para o seu novo canal no YouTube (para ver, clique aqui).

    E comemorou:

    --- Já tenho 113 inscritos, imagina!

    Rosane Castro, que também é escritora, conta histórias desde 2005. E foi a contação de histórias que a levou, já, para uma infinidade de cidades do Rio Grande do Sul e vários outros estados, como Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso...

    --- É um prazer contar histórias para as pessoas --- define.

    E ela disse que, no início, seu público era formado basicamente por crianças mas que, hoje, conta histórias também para jovens e adultos. Atualmente, segundo Rosane, cerca de 80% dos que a ouvem são escolares.

    Rosane narra histórias escritas por outros autores, suas próprias histórias, e histórias que se perpetuam no tempo como lendas, mitos, entre outras. "É a manutenção da tradição através da oralidade", define ela.

    Nascida em Porto Alegre e moradora de Cachoeirinha desde muito pequena, hoje com 45 anos e seis meses, ela reforça que se considerada uma mulher simples, batalhadora e cheia de sonhos. E extremamente focada na questão profissional.

     

    Confira, no vídeo, a entrevista com Rosane Castro e a história que ela contou para os leitores do Seguinte:.

     

     

     

     

    • monumento
      A Cruz Missioneira está coberta pela ferrugem
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Um indício de para onde vai o Jô
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      O ’CPF cancelado’ e o pior dia da vida
      por Rafael Martinelli
    • 3º Neurônio | estilo
      Em forma sem mover um músculo
      por Salomé Garcia | El País
    • feira do livro
      O patrono que desenha todos os pequenos leitores
      por Redação
    • opinião
      A ladaia e a fake news no julgamento do STF
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Régis na Saúde seria Dr. Levi com Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Entre mortos e feridos, o Plano Diretor de Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      ’Nereu do Bolsonaro’ é absolvido de caixa 2
      por Rafael Martinelli
    • cachoeirinha
      ’Lei do Táxi’ muda em tempos de Uber e Apps
      por Redação
    • opinião
      PT responde Rosane Bordignon; Irmã Dulce não, né?
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      GM de Gravataí já produz dois novos modelos
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Gravataí ganha 4 mi por calote de empresa das creches
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      PT só tem ladrão e defensor de ladrão, diz Rosane Bordignon
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Rita não esquece os golpistas; a esquerda e a cadeia
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Roger não no Inter, mas Presidente do Brasil!
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      É importante o prefeito na Boa Vista do Cadeado
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.