notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 03/08/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    tragédia da chape

    Já começou a montagem das tendas que vão abrigar os caixões com os corpos na Arena Condá, em Chapecó

    Corpo de Filipe deve chegar amanhã ao Brasil

    por Silvestre Silva Santos | Publicada em 01/12/2016 às 11h42| Atualizada em 01/12/2016 às 17h52

    O corpo do gravataiense Filipe Machado, 32 anos, zagueiro da Associação Chapecoense de Futebol e que morreu na queda do avião que levava a delegação para Colômbia na madrugada de terça (no Brasil), deve chegar ao Brasil por volta do meio dia de amanhã, sexta (2/12).

    O traslado das vítimas brasileiras – entre dirigentes, comissão técnica e jogadores da Chape, além de jornalistas, radialistas e convidados – vai ser realizado pela Força Aérea Brasileira (FAB) direto de Medellín, Colômbia, ao aeroporto de Chapecó.

    Do terminal aéreo os caixões com os corpos dos brasileiros serão transportados em caminhões do corpo de bombeiros para a Arena Condá, da Chapecoense, onde está sendo organizado um velório coletivo.

    De acordo com dirigentes da Chapecoense que estão preparando o ato, a primeira hora do velório será reservada aos familiares. Depois os portões serão abertos para a imprensa, torcedores e simpatizantes da Chape, por cerca de quatro horas.

     

    Multidão

     

    Depois desse tempo que o público terá para se despedir dos jogadores e demais integrantes da delegação, radialistas, jornalistas e convidados, os corpos serão liberados às suas respectivas famílias para o velório e sepultamento em suas cidades de origem.

    Os organizadores da cerimônia trabalham com a expectativa de que mais de 100 mil pessoas tentem acessar a Arena Condá, que tem capacidade para 19 mil pessoas. O público só terá acesso às arquibancadas e cadeiras, sem poder chegar ao campo onde estarão os caixões.

     

    Identificação

     

    O Embaixador do Brasil na Colômbia, Júlio Bitelli, confirmou na Colômbia que todos os 71 corpos das vítimas da queda do avia LaMia próximo do aeroporto de Medellín foram identificados até esta quarta-feira (30/11).

    Ao todo, foram 12 equipes de peritos colombianos com a ajuda de técnicos da Polícia Federal brasileira. Depois da conclusão da identificação dos corpos pelas digitais, teve início o processo de embalsamamento, uma exigência do transporte internacional nesses casos. 

    Também será preciso emitir dois certificados de óbito, um pela Colômbia e um pelo Brasil. Em Medellín, sete funcionários da embaixada da Colômbia em Bogotá foram designados para emissão dos documentos. O Itamaraty enviou profissionais do Brasil para emissão do certificado de óbito brasileiro.

     

    Pelas ruas

     

    O trajeto do aeroporto até o estádio deve demorar 45 minutos, prevê o Corpo de Bombeiros. Ruas da região por onde o cortejo vai passar deverão ser interditadas "pelas ordens de segurança”, disse o tenente-coronel Balsan, do Corpo de Bombeiros.

     

    • app TEU! Ônibus
      Aplicativo permite saber quando Transcal chega na parada
      por Redação
    • crise do coronavírus
      Gravataí território livre da cloroquina; é fria, prefeito!
      por Rafael Martinelli
    • política
      O post feliz de Dilamar; apoio de Bordignon a Dimas não é
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Estado deixa Gravataí fora de programa de testagem e Prefeitura vai à Justiça; entenda a nova polêmica Marco Alba vs. Eduardo Leite
      por Redação
    • crise do coronavírus
      Miki solta pitbull em Hospital de Campanha sob suspeita
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Gravataí em ’coma’ pela COVID; Mortes crescem 300 por cento e prefeito alerta paradas, interior e Moradas
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Governador quer mais mãos para colorir o mapa da COVID; a lógica do ’Decreto-Pilatos’
      por Rafael Martinelli
    • política
      Dimas e Evandro escorregam na poça d´água da política; mais guardas não é prioridade em uma pandemia
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Vídeo protesto: Associação Comercial faz terraplanismo contra distanciamento social em Cachoeirinha; alerta de cancelamento
      por Rafael Martinelli
    • política
      Em artigo bomba, Marco Alba apela para MDB deixar governo Leite; o ’capitalismo de compadres’
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.