notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 20/07/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    coluna da teresa

    Do que ri?

    por Teresa Azambuya | Publicada em 15/11/2018 às 16h19

    Uma imagem que vi na tevê. Um poema intrigante que li. É do autor uruguaio Mario Benedetti, numa tradução livre que fiz. 

     

    Do que ri?

    (

    Estou curioso

    )

    Numa

    exata 

    foto do jornal

    senhor ministro

    do impossível

    vi em pleno gozo

    e em plena euforia

    e em pleno riso

    seu rosto simples

    estou curioso

    senhor ministro

    do que ri?

    do que ri?

    da sua janela

    vê-se a praia

    mas se ignoram

    as favelas

    seus filhos têm

    olhos de quem manda

    mas outros têm

    olhar triste

    aqui na rua

    acontecem coisas

    que nem sequer

    podem ser ditas

    os estudantes

    e os operários

    põem os pingos

    nos is

    por isso digo

    senhor ministro

    do que ri

    do que ri

    você conhece

    melhor do que ninguém

    a lei amarga

    destes países

    vocês rígidos

    com nossa gente

    por que com outros

    são tão servis?

    como traem

    o patrimônio

    enquanto o gringo

    nos cobra o triplo

    como traem

    você e os outros

    os adulões

    e os senis

    por isso digo

    senhor ministro

    do que ri

    do que ri

    aqui na rua

    seus guardas matam

    e os que morrem

    são gente humilde

    e os que ficam

    chorando de raiva

    certamente pensam

    na retaliação

    lá na cela

    seus homens fazem

    sofrer outro homem

    e isso não serve

    depois de tudo

    você é o mastro

    maior de um barco

    que vai a pique

    estou curioso

    senhor ministro

    do que ri

    do que ri.

     

    • opinião
      Decodificando a entrevista do ’filho do Marco Alba’
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Edir sobre renúncia de Abílio; A verdade saindo do poço
      por Rafael Martinelli
    • personagens
      Histórias de um brigadiano
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Farra das diárias sai na RBS; viajantes têm cúmplices
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      SUS deveria ser só para quem precisa; certo é Jones no Moinhos
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      RS quer trocar por imóveis dívida de 24 mi com Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      A fábrica de kart de Cachoeirinha
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      As ausências na foto de Marco Alba e seus vereadores
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Só justiça evita perda de 45 médicos em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Filha de Abílio apoiou Marco; prints desmentem
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Flagrado novo carro da GM de Gravataí
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Autor do golpeachment contra Miki vira político
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Bandidos na TV; Deltan, Moro e a Vaza Jato
      por Rafael Martinelli
    • pontes do parque
      Contagem regressiva para novas pontes do Parque dos Anjos
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.