notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 18/11/2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    oi, filho

    Como uma cebola me garantiu uma boa noite de sono

    por Vinicius Ferrari | Publicada em 14/09/2018 às 15h26

    Você já teve bronquite? Já viu alguma criança da família sofrer desse praga? Oficialmente, bronquite é a inflamação da mucosa dos tubos brônquicos, que transportam o ar para dentro e para fora dos pulmões (tio Google que disse), mas na prática é uma doencinha sem vergonha que faz as crianças ficarem tossindo feito um cachorro (nunca entendi essa comparação), com o nariz escorrendo meleca bochecha abaixo e quase sempre, resulta em noites sem dormir. Cada vez que o tempo muda muito rápido ou quando a primavera começa a dar o ar da graça inicia o cof cof e todos os sintomas que estamos carecas de saber.

    No começo desta semana foi exatamente assim e de domingo para segunda fomos acordados de meia em meia hora por um Benício PODRE DE SONO que não conseguia pregar o olho por conta da tosse. A essa altura ele já estava tomando o antialérgico mágico, mas ainda não estava sendo o suficiente. Nebulização? CORRE LÉGUAS. O negócio é lavar o narizinho com soro, o tempo todo.

    Pra quem acha que ser pai é só sucesso convido para cuidar de uma criança doente no meio da madrugada. A primeira coisa que pensamos é: oiiint tadinho deles. Sim, tadinho deles, corta o coração ver uma criancinha doente. Mas pense no vivente que trabalha o dia todo, no caso da mamãe do Beni trabalha e ainda vai para a faculdade a noite, sendo acordado de 30 em 30 minutos. Não é de deus. Sério.

    Com tudo isso em mente fiz o que qualquer pai responsável faria numa situação destas, peguei meu celular, abri a caxinha mágica do Google e pesquisei:

    -  PELO AMOR DE DEUS COMO PARAR TOSSE DE CRIANÇA?

    Mil e um vídeos depois (nada contra, mas normalmente essas mães não sabem editar vídeo e fazem uns mini-documentários horríveis quando a gente quer mesmo é resolver um problema na hora), achei uma moça bem querida que mandava cortar uma cebola em quatro e por num pratinho ao lado da cama. Isso mesmo, uma cebola! Óbvio que eu fiz né, pai desesperado topa qualquer coisa. Não é que deu certo? E não é mandinga não, diz que (não sei se é real) aquela substância que faz muito homão chorar por aí enquanto descasca uma cebola, é um anticongestionante natural. Pelo menos aqui em casa foi BA-TA-TA, digo CE-BO-LA.

    Fica cheiro ruim no quarto? CLARO QUE FICA NÉ. Mas como eu vi no vídeo, pais trabalham com PRIORIDADES meus queridos leitores. Melhor um cheirão de cebola e uma criança adormecida do que uma criança possuída pelo ritmo ragatanga a madrugada toda. Né non?

    Eu to tão fã da cebola que se ela se candidatasse em outubro, meu voto era DELA COM TODA A CERTEZA. Afinal, melhor votar na cebola do que num banana né?

     

    • mais médicos
      Saída de médicos cubanos preocupa prefeitura
      por Rafael Martinelli
    • pequenas empresas, grandes histórias
      COM VÍDEO | Lentes que retratam vidas
      por Eduardo Torres | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • saúde
      Frente de prefeitos reage a saída de médicos cubanos
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Hoje até vereador comemora médicos indo embora
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Todo sábado é dia para adotar um pet na Sperk
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • meio ambiente
      COM VÍDEO | A nossa lista vermelha da extinção
      por Eduardo Torres
    • trânsito
      Fim da tranqueira no trânsito está mais próximo
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Saída de médicos cubanos é desastre para Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • eleições 2020
      OPINIÃO | Não façam Bordignon ’Miss Colômbia’ outra vez
      por Rafael Martinelli
    • meio ambiente
      Cobrança pela água do Gravataí pode gerar R$ 9 mi em um ano
      por Eduardo Torres
    • desejo azul
      Gremistas entregam alegria para crianças doentes
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • seu bolso
      OPINIÃO | Silvio Santos é um velho babão
      por Rafael Martinelli
    • cachoeirinha
      Asfalto em 33 ruas é símbolo para governo Miki
      por Rafael Martinelli com assessoria
    • educação
      OPINIÃO | O big brother da escola sem partido em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • história
      A história da Cachoeirinha do primeiro pedágio
      por Eduardo Torres
    • coluna do silvestre
      ‘Jardins do pesadelo’ estão perto do fim?
      por Silvestre Silva Santos
    • política
      OPINIÃO | 25 nomes para prefeitura de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • polícia
      Jovem executado por engano em hospital era de Cachoeirinha
      por Silvestre Silva Santos
    • vereadores
      Quem leva a presidência da câmara de Gravataí?
      por Rafael Martinelli
    • efeito cascata
      OPINIÃO | Vereadores, não aumentem os salários
      por Rafael Martinelli
    • 2020
      OPINIÃO | A sucessão nas mãos de Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.