notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 11/12/2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    coluna da Sônia

    Com Sônia de Paredes, do Setor de Promoção Cultural da Embaixada do Brasil em Quito, e Edgar Allan García, gerente do Plano Nacional do Livro e da Leitura do Equador

    Diário de viagem – La Mitad del Mundo - 11º dia

    por Sônia Zanchetta | Publicada em 08/02/2018 às 14h53| Atualizada em 10/02/2018 às 22h19

    Ontem foi um dia de trabalho, encontros afetivos e comilança.

    Tem gente que tira férias e desliga totalmente do trabalho, mas quando amas o que fazes, como eu, isto é impossível. Desde que cheguei aqui, tenho estado antenada às novidades da área da leitura.

    E ontem, pela manhã, estive no Ministério da Cultura e Patrimônio, com Sônia de Paredes, minha ex-colega na Embaixada do Brasil em Quito, para uma reunião com nosso amigo Edgar Allan García, que é, atualmente, o gerente do Plano Nacional do Livro e da Leitura, instituído por lei em setembro de 2017.

    O Equador foi o último país da Região Andina a criar seu plano, mas fiquei encantada ao ver tudo o que já foi feito nesse curto espaço de tempo e o que está previsto para os próximos anos.

    Os desafios são imensos e envolvem, além do incentivo à leitura, da formação de mediadores, da valorização do livro no imaginário popular e do fortalecimento da cadeia produtiva do livro, entre outras medidas, a instituição do curso de Biblioteconomia, que não existe, ainda, no País, e a alteração de uma lei antiga, que estabelece que o livro é material permanente, e não de consumo, o que leva a maioria das bibliotecas públicas a não fazerem empréstimos.

    Desde que o Plano foi instituído, foram lançadas várias coedições, a fim de ativar a produção editorial e beneficiar editoras, gráficas, bibliotecas, escolas, autores e leitores. A previsão é de que sejam publicados, até 2021, cerca de 200 títulos em diversos suportes e para todas as faixas etárias.

    A Feira Internacional de Quito, cuja 11ª edição ocorrerá em novembro, também faz parte do Plano, e será realizada com orçamento público e em parceria com a Câmara Equatoriana do Livro no Parque Bicentenário, construído no antigo aeroporto da cidade. 
    .
    Após muita “troca de figurinha”, saí do gabinete do PNLL carregada de livros e encontrei minha filha Nanda, que estava em outra reunião, no mesmo Ministério, e fomos, com alguns amigos seus, a uma cafeteria e, dali, segui para um encontro com amigos de Ambato, onde vivi nos dois últimos anos de minha permanência o Equador.

    Pela tarde, recebi visitas em casa, para um café, e, à noite, fomos comer paella na casa da Tuca, que além de minha colega na Embaixada, foi minha sócia, durante muitos anos, no Salón de Té (salão de chá) Bangalô, que, na época, era um point do povo da Cultura em Quito.

    Amanhã tem mais.

     

    E o álbum de fotos:

     

    : Paella maravilhosa, para a qual nos convidou a Tuca, ontem à noite

     

    : Jantar na casa da Tuca e do Gerardo

     

    : Jantar na casa da Tuca e do Gerardo

     

    : Jantar na casa da Tuca e do Gerardo

     

    : As minhas gêmeas e os gêmeos da Tuca

     

    : Jantar teve também uma paella vegetariana

     

    : Livros que ganhei da Tuca - Os diários completos do Pessoa é o próximo livro na fila das minhas leituras de viagem

     

    : Livros coeditados pelo Plano Nacional do Livro e da Leitura, que estou levando para o Brasil

     

     

     

     

    • coluna do silvestre
      RS-118 não fica pronta no ano que vem
      por Silvestre Silva Santos
    • rs em crise
      OPINIÃO | Perderemos 32 milhões se baixar ICMS
      por Rafael Martinelli
    • investimento
      Miki fecha o ano com uma boa notícia
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      OPINIÃO | Gravataí ainda não preencheu vagas de médicos
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Shopping vai dar muitos presentes de Natal
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • seca
      Sem chuva, captação no Rio Gravataí pode parar
      por Eduardo Torres
    • redes sociais
      Vereador ganha liminar para excluir post de eleitor
      por Rafael Martinelli
    • segurança
      OPINIÃO | Inocente bom é inocente vivo
      por Rafael Martinelli
    • crime na saúde
      Empresa levou R$ 500 mil supostamente desviados
      por Eduardo Torres
    • crime na saúde
      Ex-secretária de Gravataí é sócia de empresa no alvo do MP
      por Eduardo Torres
    • crime na saúde
      Empresa de Gravataí envolvida em desvio na saúde
      por Eduardo Torres
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.