notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 16/07/2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    não caia nessa!

    O que o Juarez da Tekpix não te contou

    por Andreo Fischer | Publicada em 16/08/2017 às 14h56

    Já parou tudo que você está fazendo, e correu para o telefone para não perder os dez minutos? Se não, fizestes uma ótima escolha. Analisei o poderoso tablet da Tecnomania, importadora da Tekpix, e os resultados ficam ao seu critério.

    Vamos lá!

    Preço: por R$ 940,50 ou 10x de R$ 99,00 (R$ 49,50 de juros) você arremata essa joinha. Se você não comprar o tablet da Tekpix na parcela (total de R$ 990,00) você compra dois de um modelo simples da Samsung, no valor unitário de R$ 485,00 nas Americanas.com.

    Televisão: o aparelho conta com TV Digital e Analógica. A se ver pelos produtos de hoje, os dispositivos têm somente TV Digital. Podemos deduzir que o modelo vendido pela Tekpix é ultrapassado, mas com preço elevado.

    Rádio FM: não existe esta função em aparelhos de renome, nem uma pessoa compraria um tablet para ouvir rádio. É um engodo para atrair clientes.

    Tela 7" Capacitiva Multitoque com Resolução HD (1024x600): Ora, que ridículo isso. Qual é o tablet que não tem toque na tela? Além disso, essa resolução é de monitor velho de computador. O dispositivo da Samsung citado no primeiro tópico, tem 1920 x 1080 Full HD, a mesma resolução usada em televisores recentes.

    Android 4.2: a versão atual é a 7.0. Note-se que o sistema 4.2 só está no tablet da Tekpix porque o aparelho é desatualizado para os dias de hoje. Resumo: quanto mais recente é a versão do Android, maior poder de processamento ele exige dos dispositivos. Também não haverá como atualizar tablets antigos.

    Processador dual core: atualmente se usa quad core, que são quatro núcleos usados para o processamento de seus dados. Hoje, com aplicativos pesados como Facebook, seria impossível ele não travar com dual core e 1 GB de RAM.

    Memória interna de 4 GB: novamente, o mercado trabalha com tablets acima de 8GB para este tipo de memória. Aqui você guardará suas coisas e caso precise, deverá comprar um cartão de memória.

    3G: na real, a Tekpix anuncia essa função mas o tablet da empresa não tem a conexão. O que tem é um recurso chamado tethering, que é o popular plugar um modem 3G no computador e navegar na web, mas você teria de fazer isso no dispositivo da Tecnomania. Além de ter que carregar um trambolho para usar a internet na rua, você terá que arrumar o modem que custa no mínimo, R$ 100,00.

    Saída Mini HDMI Tekpix i-TVWF7x - 4.0: Nem comento.

    Conteúdo da embalagem: o tablet, carregador de dispositivo e cabo USB (poderiam dizer que vem o carregador), micro USB OTG (um cabo para você plugar seu modem 3G de R$ 100,00), carregador veicular e suporte automotivo (outro engodo, juntos, estes acessórios custam R$ 40,00 na mão dos haitianos do Centro) e manual de instruções (que coisa, não?)

    Curiosidade: para que serviria um botão de reset no tablet da Tekpix?

    Mais uma curiosidade: famosa por suas câmeras de gosto duvidoso, a Tekpix não destacou a resolução das fotografias tiradas com o tablet. Atentamente, eu visualizei as informações na área técnica do site e descobri que a câmera frontal tem 0.3 MP, o que significa que suas selfies para o Face vão te fazer passar vergonha. Já a traseira, tem 2 megapixels, eu tenho um celular Galaxy y aqui em casa, que tira fotos muito melhores do que isso. Aparelho lançado em 2011, febre para a época.

    Por sugestão da profissional de TI Selma Fraga, da AGTI, e com trecho extraído do site Tecmundo, acrescento o seguinte:

    Por que não vale a pena investir na Tekpix?

    A Tekpix promete gravação em 720p e até 12 MP nas fotografias, mas é sempre importante ressaltar que, para que uma câmera digital se torne uma boa compra, ela não precisa ter apenas muitos megapixels de resolução máxima. É necessário observar qual é a capacidade de armazenamento, qual a sensibilidade para fotografias em ambientes pouco iluminados e vários outros detalhes muito importantes.

    Quanto às outras funções, é preciso estar atento ao que elas realmente prometem. Todas as possibilidades de filmagem poderiam ser supridas por apenas um equipamento, enquanto MP3, MP4 e gravador de voz também seriam unidos em um único player (ou mesmo um celular). Como já dissemos, é preciso estar de olho aberto, pois grandes economias podem ser feitas com uma verificação de mercado.

    Garantia: a Tecnomania oferece um ano contra defeitos provenientes da fabricação. É importante dizer que existe a lei do arrependimento, onde você que comprou por internet ou telefone, pode devolver o produto em até sete dias sem dar maiores explicações.

    Assistência técnica: a empresa Import Express Service, recordista em processos de clientes furiosos, dá conta do serviço. Mas com um detalhe: o frete do tablet até essa empresa fica por conta do cliente, sendo o defeito culpa dele ou não.

    Falando em processos, a Tekpix levou uma enxurrada deles. A maioria de clientes que compraram os produtos por inocência e porque a propaganda era contundente, mas quando chegou a encomenda em casa, a decepção era constante pela ausência do que foi anunciado na televisão. Um dos processos rendeu uma multa de mais de R$ 310 mil.

    O que é afinal, os tablets e as câmeras da Tekpix? Estes são produtos periféricos vendidos amplamente no Paraguai por preços módicos. A Tecnomania não é uma fábrica, é uma importadora e assim ela traz estes produtos de container da China e os revende no Brasil a preços acima da média de mercado, tendo como público alvo a classe C (pobres) que estatisticamente assistem programas matinais e sensacionalistas, aliando uma propaganda convincente, o que resulta em vendas.

    Por isso, o Juarez diz que seus produtos são os mais vendidos do Brasil.

     

    Entre em contato

     

    Para serviços de consultoria de informática em sua pequena empresa, passa um WhatsApp ou e-mail, onde poderemos verificar uma agenda presencial e ajudar nas suas necessidades.

    51 981 192 370

    andreomf@live.com

     

    O QUE TEM PARA A SEMANA QUE VEM?

    Com certeza teremos mais alguma coisa, mas para isso, eu peço que você envie sugestões de coluna para os contatos acima, pois eu quero ver os nossos leitores participando e fazendo a roda da informação girar.

    Então, muito obrigado e até a próxima.

    Fui.

    • coluna do silvestre
      Sogil polui menos e ganha prêmio estadual
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • meio ambiente
      Onça parda é flagrada na região 15 anos depois
      por Redação
    • seguinte: impresso
      O prefeito que trouxe a Santa Casa
      por Rafael Martinelli
    • na copa
      COM VÍDEO | Neymar caiu e levou a festa, o bolão...
      por Eduardo Torres | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • funcionalismo
      20 usuários custaram 10 milhões ao Ipag Saúde
      por Rafael Martinelli
    • saúde
      COM VÍDEO | Vilões do recreio com os dias contados
      por Eduardo Torres | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • especial
      Dana: De Gravataí para o mundo
      por Silvestre Silva Santos
    • cachoeirinha
      Erro é querer ’jeitinho’ no caso da viatura guinchada
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Se precisa lei para ceder o lugar no ônibus, algo está errado
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Não há nada de absurdo no argumento de soltura de Lula
      por Rafael Martinelli
    • justiça
      O prende-e-solta de Lula e o 7 a 1 na Constituição
      por Rafael Martinelli
    • funcionalismo
      OPINIÃO | Projeto aumenta contribuição no Ipag Saúde
      por Rafael Martinelli
    • lugares
      Um morro de natureza e atrações radicais
      por Katterina Zandonai | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • lugares
      O morro das lendas urbanas
      por Katterina Zandonai | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • lugares
      O homem que conquistou o Morro do Itacolomi
      por Katterina Zandonai | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • lugares
      O Morro Itacolomi como você nunca viu
      por Katterina Zandonai | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.