notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 16/08/2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    para dona olga

    Um poema pela alegria

    por Teresa Azambuya | Publicada em 08/08/2017 às 11h04

    Defesa da alegria

    (Mario Benedetti)

     

    Defender a alegria como uma trincheira

    defendê-la do escândalo e da rotina

    da miséria e dos miseráveis

    das ausências transitórias

    e das definitivas

     

    Defender a alegria como um princípio

    defendê-la da surpresa e dos pesadelos

    dos neutros e dos neutrões

    das doces infâmias

    e dos graves diagnósticos

     

    Defender a alegria com uma bandeira

    defendê-la do raio e da melancolia

    dos ingénuos e dos canalhas

    da retórica e das paradas cardíacas

    das endemias e das academias

     

    Defender a alegria como um destino

    defendê-la do fogo e dos bombeiros

    dos suicidas e dos homicidas

    das férias e do fardo

    da obrigação de estarmos alegres

     

    Defender a alegria como uma certeza

    defendê-la do óxido e da sujeira

    da famosa ilusão do tempo

    do relento e do oportunismo

    dos proxenetas do riso

     

    Defender a alegria como um direito

    defendê-la de deus e do inverno

    das maiúsculas e da morte

    dos sobrenomes e dos lamentos

    do azar

    e também da alegria.

     

    :

     

    Defender a alegria? Sim.

    Porque temos dias atribulados demais, problemas demais, fatos demais, ideias demais. É preciso pausar. É preciso atentar para o dia de descanso. É preciso ser alegre por princípio: alegrar-se é um verbo de primeira conjugação e de conjugação primeira. 

    No poema que trouxe hoje, o autor uruguaio Mario Benedetti propôs a defesa da alegria. Eu aceito sua ideia.

    Aceito porque, dia 28, minha mãe completou 75 anos de vida. Dona Olga é uruguaia, como o autor do poema, e foi uma mulher valente, ao vir para um novo país, com filhos pequenos no colo. Nunca perdeu a alegria, apesar de todas as dificuldades.

    Estou alegre por tê-la ao meu lado. Esta é a minha homenagem.

    Que possamos ser alegres, hoje, pelo motivo que acharmos melhor. Ou, simplesmente, porque  aceitamos defender a alegria, como uma bandeira, como um princípio, como um direito, como um poema.

     

    • esporte
      Estreia do Cerâmica é adiada em uma semana
      por Eduardo Torres
    • saúde pública
      O que mudou, e vai mudar, no Dom João Becker com Santa Casa
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • caso da maconha
      OPINIÃO | Mário Peres, entre a polícia, a câmara e a facção
      por Rafael Martinelli
    • eleições 2018
      Juliano Paz aposta nas lives para falar com eleitor
      por Eduardo Torres
    • entrevista
      Dinheiro tirou Rosane Bordignon da eleição
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Testamos o carro elétrico da GM
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt e Divulgação/GM
    • tá na mesa
      O dia em Marco Alba contestou Caetano e Roberto Carlos
      por Rafael Martinelli
    • eleições 2018
      Rosane Bordignon decide não concorrer
      por Rafael Martinelli
    • meio ambiente
      O Rio Gravataí é a sala de aula
      por Eduardo Torres
    • nota oficial
      Partido do vereador apoia investigação em caso da maconha
      por Rafael Martinelli
    • delegado confirma
      Vereador será investigado no caso da maconha
      por Rafael Martinelli
    • suspeita
      Saul Sastre é investigado por fraude no Daer
      por Eduardo Torres
    • operação
      Vereador diz que alugava prédio da meia tonelada de maconha
      por Rafael Martinelli
    • eleições 2018
      Juliano Paz, um pé em Gravataí, outro em Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • homenagem
      Diretora do Gensa e Facensa recebeu placa em Brasília
      por Silvestre Silva Santos
    • homenagem
      Denise, a Medonha, vai virar nome de biblioteca
      por Eduardo Torres
    • personagens
      COM VÍDEO | O caçador que abraçou um rio
      por Eduardo Torres | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • coluna do silvestre
      Quem comprou o terreno do prédio mais alto
      por Silvestre Silva Santos
    • eleições 2018
      10 coisas sobre a foto que mexeu com a política local
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      OPINIÃO | Bagunça na Freeway, com Justiça & tudo
      por Silvestre Silva Santos
    • meio ambiente
      O plano que vai definir a cobrança por uso da água do Gravataí
      por Eduardo Torres | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.