notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 18/10/2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    coluna do silvestre

    Majestic Tower projetado pelo M. Grupo não saiu do chão e terreno leiloado ontem deve ser ocupado, agora, por empreendimento imobiliário

    Quem comprou o terreno onde seria o prédio mais alto do estado anunciado pelo M. Grupo

    por Silvestre Silva Santos | Publicada em 10/08/2018 às 17h13| Atualizada em 17/08/2018 às 14h06

    Um mega condomínio residencial vertical, incluindo espaços para escritórios e outros estabelecimentos comerciais de menor porte, privilegiando o conforto e o lazer. Tudo isso, de olho na proximidade com a Freeway e –  por ela – o fácil acesso à capital dos gaúchos bem como ao Litoral Norte.

    Claro, levando em conta ainda o fato de estar ao lado de um centro comercial, o Gravataí Shopping Center, um hotel, torres comerciais, e a cinco minutos do centro da cidade.

    Por enquanto é apenas um exercício de futurologia do colunista que acabou de descobrir quem adquiriu o terreno onde seria construído o Majestic Business Tower, o prédio projetado para ser o mais alto do Rio Grande do Sul com 42 andares, obra anunciada pelo M. Grupo.

    No leilão, comandado pelo escritório Raupp Leilões, o terreno avaliado incialmente em pouco mais de R$ 830 mil foi adquirido por R$ 1,6 milhão, quase o dobro do preço mínimo estabelecido. O comprador foi uma empresa de Porto Alegre, a Aditar Participações Ltda, que aparece tendo como atividade fim o comércio de imóveis. Incorporação e empreendimentos imobiliários, pela terminologia jurídica.

    Daí a dedução do colunista sobre o empreendimento que deve brotar no terreno que era o sonho de consumo do dono do M. Grupo, Lourival Rodrigues.

    Ainda sobre a Aditar Participações, o colunista descobriu que se trata de uma empresa do bairro Sarandi em Porto Alegre, legalmente constituída em 12 de setembro de 2006 pelos sócios-irmãos Itamar Luiz e Adelar Antônio Lorenzatto, então com um capital social de R$ 4.258.606,00.

    O outro imóvel que foi apresentado em leilão nesta quinta-feira, um terreno com duas casas de luxo em Bom Princípio, no pé da Serra Gaúcha, não teve interessados. Como se trata de bem apresentado em único leilão, não há ainda previsão de que este imóvel seja apresentado novamente para venda judicial nesta modalidade.

     

    LEIA TAMBÉM

    Prédio de Gravataí que seria mais alto do RS foi para o espaço

    EXCLUSIVO | Mudou o comando do nosso shopping

     

     

     

     

    • operação solidária
      TRF4 absolve Marco Alba por unanimidade
      por Rafael Martinelli com TRF4
    • saúde pública
      A luta contra o câncer subiu na passarela
      por Da redação
    • solidariedade
      COM VÍDEO | Diogo luta contra síndrome rara
      por Eduardo Torres | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Como entendi nota das Irmãs do Dom Feliciano sobre eleições
      por Rafael Martinelli
    • crime
      Mercado, padaria e salão de beleza faziam gato na luz em Gravataí
      por Eduardo Torres
    • coluna do silvestre
      Como ficou a duplicação da Centenário
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • coluna do silvestre
      Outubro Rosa: prevenção para os pets
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Gravataí virou ’cidade-dormitório de votos’
      por Rafael Martinelli
    • habitação
      Feirão de casas da Granja será na Praça da Juventude
      por Eduardo Torres
    • segurança
      Educação para o trânsito também fora da aula
      por Eduardo Torres
    • obras
      Plano de Marco prevê pontes e mais de 30 ruas até 2020
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • energia
      Fusão da RGE pode pesar no bolso
      por Eduardo Torres
    • coluna do silvestre
      Fábrica de asfalto daqui opera nos EUA
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • habitação
      Impasse na Granja: tem feirão e tem ação judicial
      por Eduardo Torres
    • 7 anos do impeachment
      Sofri um golpe, diz Rita Sanco
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Justiça devolve Freeway à Concepa.
      por Silvestre Silva Santos
    • tráfico
      LSD e ecstasy saíam de Glorinha para o Brasil
      por Eduardo Torres
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.