notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 20/01/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    me corta os tubos!

    A fórmula mágica para ganhar a Mega

    por Silvestre Silva Santos | Publicada em 08/06/2018 às 20h05

    Da série me cortem os tubos! Me aguentem ou...

    Vou reeditar e contar historinha real que se deu comigo em fevereiro de 2015. Vê se pode!
    Saindo de um almoço, no começo da tarde de um dia desses, entrei em uma lotérica para fazer a tradicional "fézinha".

    Vai que dá, né?

    É que, como todo bom brasileiro, apesar de ser absurdamente cético, acredito que um dia vou ganhar em uma Mega-Sena e contratar a Jussara, que é quem cozinha aqui na empresa, para cuidar da mansão que vou comprar...

    A Jéssica vai ficar encarregada das finanças e o Martinelli vai ser meu “aspone”...

    Não sei ainda quem vai ser meu motorista particular.

    Ao causo!

    Na fila da dita lotérica encontrei um antigo colega e depois de um abraço começamos a conversar e saber da vida um do outro, filhos, netos, trabalho, estas coisas...

    Pessoa de pouco estudo, acho que já aposentado do trabalho braçal, vivente de uma simplicidade gigante!

    Ele estava à minha frente, na fila, e depois de sair do guichê, perguntou meu destino.

    Como tínhamos a mesma direção, resolveu me esperar.

    Ele permaneceu o tempo todo com o volante na mão, mas tinha guardado a aposta feita na Mega-Sena, isto eu vi.

    Na rua, convidei-o para um cafezinho, ao que se negou, e decidi andar mais um pouco ao seu lado.

    Quando nos aproximamos de uma outra lotérica ele se despediu dizendo-me que chegaria ali para fazer uma nova aposta.

    Meio que surpreso, tive que perguntar:

    - Mas tchê, tu não acabou de fazer uma aposta?.

    - É, mas vou fazer outra aqui - disse ele, mostrando o volante com as mesmas seis dezenas que havia apostado uns cinco minutos antes.

    - Mas tu não vai apostar os mesmos números, né? - voltei à carga, já meio desconfiado da resposta.

    - Vou sim, ué. Aposto sempre numas três ou quatro lotéricas. Quanto mais a gente apostar, mais chance a gente tem. Vai dizer que tu não sabe disso? 
    Então tá. 

    Por estas e por outras que eu falo: para o mundo que eu quero descer! Ah, aproveita e me corta os tubos.

     

    • segurança
      Carros da 99 POP terão câmeras de segurança
      por Eduardo Torres
    • coluna do silvestre
      GM diz que pode fechar fábrica de Gravataí
      por Silvestre Silva Santos
    • segurança
      Fotógrafo foi morto por dívida em Cachoeirinha
      por Eduardo Torres
    • em Brasília
      Marco Alba trata do Complexo de Educação Especial
      por Redação
    • coluna do silvestre
      Pedágio volta dia 15 mais caro do que o anunciado
      por Silvestre Silva Santos
    • meio ambiente
      O último ano dos canudos plásticos em Gravataí
      por Eduardo Torres
    • 2020
      ’Bolsonaro da Aldeia’ na briga pela Prefeitura
      por Rafael Martinelli
    • carnaval
      Corte de dinheiro para Carnaval é aprovado; exceto por petistas
      por Rafael Martinelli
    • governo bolsonaro
      Marco Alba em Brasília; sem embaixador
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Moro foi bem na GloboNews; já é um político
      por Rafael Martinelli
    • carnaval
      Gravataí não vai liberar dinheiro para escola de samba
      por Rafael Martinelli
    • segurança
      Uma em cada quatro armas legais é roubada no RS
      por Eduardo Torres
    • rs
      Ninguém de Gravataí no governo Leite
      por Rafael Martinelli
    • segurança
      O que será feito para salvar Ubers da violência
      por Eduardo Torres
    • segurança
      O debate fetichista sobre a redução da maioridade
      por Rafael Martinelli
    • educação
      Ulbra Gravataí demite um quinto dos professores
      por Eduardo Torres
    • coluna do silvestre
      App leva profissionais da beleza até você
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • habitação
      Moradores querem financiar casas da Granja em 35 anos
      por Eduardo Torres
    • polêmica
      Gravataí e Cachoeirinha podem ter armas liberadas
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Farda não garante santidade; promoção, talvez
      por Rafael Martinelli
    • segurança
      RETRÔ 2018 | Sem guerra das facções, na mira dos grandões
      por Eduardo Torres
    • economia
      RETRÔ 2018 | A volta dos investimentos na região
      por Eduardo Torres
    • meio ambiente
      RETRÔ 2018 | O preço do futuro preservado
      por Eduardo Torres
    • política
      RETRÔ 2018 | Do limão eleitoral à limonada política
      por Eduardo Torres
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.