notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 14/08/2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    coluna do silvestre

    Estacionamento rotativo: novo espaço de cobrança - Área Azul - para que motoristas estacionem está demarcada na imagem aérea do Google Maps

    Como vai funcionar a Área Azul na Morada do Vale

    por Silvestre Silva Santos | Publicada em 14/02/2018 às 17h48| Atualizada em 20/02/2018 às 15h38

    Comerciantes e usuários dos estabelecimentos comerciais e de serviços da Morada do Vale I, especialmente da avenida Alexandrino de Alencar entre o supermercado Dia e a rua Alfredo Jung, vão começar março com uma novidade: a implantação do estacionamento rotativo pela empresa Área Azul Brasil.

    Vai ser nos mesmos moldes do que acontece na zona central de Gravataí, com os mesmos valores e instalação de parquímetros (que aceitam até cartões de crédito e débito), convênio com lojistas para venda de tickets e regularização no caso de notificações, e contratação de pelo menos cinco monitores.

    De acordo com o que disse hoje o secretário municipal da Mobilidade Urbana, Alison Silva, a decisão já vem sendo estudada há bastante tempo como forma de solucionar o problema da falta de vagas para estacionar, razão de queixa de alguns comerciantes e dos próprios consumidores.

    --- Chegamos a pensar em autorizar o estacionamento junto ao canteiro central, nos dois sentidos da Alexandrino, mas daí inviabilizaria o trânsito de veículos maiores --- disse o secretário.

    Alison contou que assessorados pela empresa Tranzum foi realizado um estudo técnico que apontou a Área Azul como melhor alternativa para atender à demanda por vagas naquela região. A fase atual, de acordo com o secretário, é de instalação dos equipamentos e sinalização.

     

    Em março

     

    O rotativo será ativado a partir dos primeiros dias do mês que vem, com um período de adaptação em que os monitores vão alertar os motoristas e orientar sobre como vai funcionar o serviço. A cobrança pelo estacionamento não tem data fixada, mas deve começar até o final de março.

    A Área Azul da Morada do Vale vai envolver parte da Alexandrino e os primeiros quarteirões das ruas adjacentes, principalmente na Pedro Álvares Cabral e Anita Garibaldi, por serem vias que concentram maior fluxo de veículos, tem mais estabelecimentos comerciais e de serviços que outras adjacentes e, por isso, exigem mais espaço para estacionar.

     

    PARA SABER

     

    : A Área Azul da Morada do Vale vai criar 250 vagas de estacionamento rotativo

    : O projeto prevê ‘bolsões’ para estacionamento de motos (que não pagam) e de carga e descarga.

    : Além disso, idosos terão isenção pelo período de uma hora nas vagas a eles identificadas.

    : Para pessoas com deficiência esta isenção será de duas horas, também nas vagas a eles dedicadas e devidamente identificadas.

     

    Os preços

     

    Os valores a serem cobrados para estacionar serão os mesmos praticados no centro da cidade.

     

    R$ 1,00 – Meia hora

    R$ 2,00 – Uma hora

    R$ 4,00 – Duas horas

     

    IMPORTANTE

     

    O estacionamento rotativo de Gravataí é considerado modelo em todo o Rio Grande do Sul e até de outros estados, segundo o secretário de Mobilidade Urbana, Alison Silva. Segundo ele conta, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), da Prefeitura de Porto Alegre, e a Prefeitura de Alvorada, realizaram licitações nos mesmos moldes de Gravataí.

    --- Carlos Barbosa também seguiu o mesmo modelo. Basicamente eles vêm aqui e levam a cópia da nossa licitação para servir de modelo --- disse o secretário.

    A administração municipal chegou a avaliar a implantação da Área Azul em outros três locais: nas ruas Antônio Gomes Correa e Otávio Schemes, e na avenida dos Estados.

    --- Por enquanto não será implantado o rotativo nestes locais --- assegurou o secretário.

     

    Pesquisa

     

    O presidente do Sindicato dos Lojistas de Gravataí (Sindilojas), José Rosa, revelou para o Seguinte: que realizou uma pesquisa para saber a posição dos comerciantes da Morada do Vale sobre a implantação da Área Azul. De acordo com o que ele falou por telefone, do litoral onde aproveita as férias, a maioria dos consultados é contrária ao rotativo.

    --- Nós fizemos para 89 comerciantes e pessoal da área de serviços uma pergunta bem simples, se era a favor ou contra. Destes, 53 discordaram com a implantação, 26 foram favoráveis e 10 se disseram indiferentes --- revelou José Rosa.

    Enquanto entidade de classe, o Sindilojas não tem uma posição fechada em torno do assunto. O presidente lembra que a entidade não tem poder para decidir sobre a questão, podendo apenas opinar a partir do que pensam seus associados. Uma das ideias é que, na Morada do Vale, a cobrança só aconteça a partir da primeira hora, e não da meia hora inicial de ocupação da vaga.

    --- Isso resolveria um pouco a tensão e o descontentamento de alguns, já que o valor cairia pela metade --- defende.

    Ele acha que a ideia do rotativo pode ser boa na medida em que, além de facilitar o acesso do consumidor às lojas e outros estabelecimentos, representa uma maior segurança ao motorista. José Rosa acredita que quem não quiser pagar, e deixar o carro mais afastado do eixo da cobrança, terá mais riscos com seu veículo.

     

    O secretário

     

    O secretário Alison Silva, da Mobilidade Urbana na Prefeitura de Gravataí, que é Engenheiro Civil e está concluído uma pós-Graduação em Engenharia de Tráfego, confirmou que o índice de satisfação está longe de ser majoritário.

    --- Claro que não se tem 100% do problema resolvido, e nem se pode pretender que todos entenda ou apoiem a medida, mas é algo necessário para o qual já havia muitas solicitações encaminhadas e era estudado desde o final de 2015 quando se iniciou a avaliar a implantação do estacionamento rotativo em Gravataí.

     

     

     

     

    • eleições 2018
      Juliano Paz, um pé em Gravataí, outro em Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • homenagem
      Diretora do Gensa e Facensa recebeu placa em Brasília
      por Silvestre Silva Santos
    • homenagem
      Denise, a Medonha, vai virar nome de biblioteca
      por Eduardo Torres
    • personagens
      COM VÍDEO | O caçador que abraçou um rio
      por Eduardo Torres | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • coluna do silvestre
      Quem comprou o terreno do prédio mais alto
      por Silvestre Silva Santos
    • eleições 2018
      10 coisas sobre a foto que mexeu com a política local
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      OPINIÃO | Bagunça na Freeway, com Justiça & tudo
      por Silvestre Silva Santos
    • meio ambiente
      O plano que vai definir a cobrança por uso da água do Gravataí
      por Eduardo Torres | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.