notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 01/03/2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    crise do coronavírus

    Diretoria da Anvisa reforçou que não há tratamento precoce contra COVID-19

    Gravataí não comprou cloroquina ou kit de tratamento precoce; Responsabilidade é de médicos e pacientes

    por Rafael Martinelli | Publicada em 21/01/2021 às 01h13| Atualizada em 29/01/2021 às 16h03

    Gravataí ainda é ‘território livre’ para a cloroquina e o tratamento precoce à COVID-19, mesmo que no domingo da aprovação do uso emergencial das vacinas Coronavac e da Universidade de Oxford diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tenham confirmado que a imunização é necessária porque não há tratamento precoce contra o novo coronavírus.

    Mas, conforme o Seguinte: apurou, a Prefeitura não comprou e nem recebeu do Ministério da Saúde nenhum kit de medicamentos.

    Tratei da polêmica em Dr. Levi quer cloroquina no Hospital de Campanha de Gravataí; A tímida vacina, quando o vice-prefeito e médico Levi Melo, em reunião com o superintendente da Santa Casa Antônio Weston, sugeriu o uso do tratamento precoce na rede municipal de saúde.

    – Nossa posição é não interferir nas prescrições médicas. Se o profissional quiser receitar, não vamos interferir – explicou hoje o secretário da Saúde, Régis Fonseca, instado pelo Seguinte:.

    Conforme o advogado, a Prefeitura não comprou kits de tratamento precoce e não recebeu os medicamentos do Ministério da Saúde.

    Traduzindo:

    Sem a orientação da cúpula da Secretaria da Saúde de Gravataí para que haja prescrição do tratamento precoce como solução para desafogar as UTIs, a responsabilidade está com os profissionais de saúde e pacientes.

    Médicos que receitam, ‘pré’ doentes que aceitam.

    Se o paciente do Hospital de Campanha, Dom João Becker ou posto de saúde receber a prescrição da cloroquina ou de outros medicamentos do kit vai ter que comprar.

    Não tem de graça na Farmácia Municipal.

    Ao fim, concordo discordando.

    O governo Luiz Zaffalon não pressiona para que a rede use o tratamento precoce. Mas também não condena, como fizeram, no dia seguinte à votação das vacinas na Anvisa, a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) e a Associação Médica Brasileira (ABM), que emitiram nota conjunta reforçando que “não existe um tratamento precoce contra o coronavírus”.  

    Não me agrada ser o chato que polemiza sobre o tratamento precoce. Acontece que nunca opinei por torcida, e sim com base na ciência de um mundo com 2.081.032 de mortes, 212.831 no Brasil e 263 vidas perdidas em Gravataí.

    Pergunto-me, e leigos ou, principalmente, médicos, me respondam: Por que o tal kit não salvou essas vidas?

    O ‘Véio da Havan’ está lá, internado, em São Paulo. Ou não tomou a cloroquina ou ela não funcionou para ele.

    Só um psicopata não gostaria que existisse algum tratamento precoce. Assim como só um criminoso torceria contra as vacinas.

    Não é “apesar” da vacina, é “graças” à vacina!

     

    LEIA TAMBÉM

    Em 8 vídeos: Como foi início da vacinação em Gravataí e Cachoeirinha; assista

     

    Assista ao clipe que o Seguinte: produziu no início da vacinação

     

    • coronavírus
      Heróis da linha de frente da COVID em Gravataí
      por Redação | Assessoria
    • coronavírus
      Hospital entrega novos leitos de UTI COVID
      por Redação | Assessoria
    • coronavírus
      Aulas suspensas em Cachoeirinha; O grande acerto de Miki
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Por que Havan de Gravataí pode abrir no lockdown
      por Rafael Martinelli
    • negócios
      A boa notícia da gigante Dana para Zaffa
      por Redação | Assessoria
    • coronavírus
      7 em 10 morrem na UTI: Dr. Weston defende lockdown
      por Redação | Assessoria
    • coronavírus
      Superlotação, explosão nas internações e lockdown
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Vencedores e vencidos contra a COVID; Faltou ’soquinho’
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Colapso e lockdown: o apelo de Zaffa e Miki
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Prefeitos querem mini-lockdown entre 18h e 6h
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Orçamento da Saúde termina em setembro; A bolha da COVID
      por Rafael Martinelli
    • ’Lei Coronavírus’
      Gravataí congela progressão salarial do funcionalismo
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Gravataí abre leitos na explosão da COVID
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Pilatos 2.1 : Leite passa responsabilidade a Zaffa e Miki
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Rodrigo Becker | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.