notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 30/10/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    política

    Presidente do MDB excluiu vereadores e apoiadores de grupo do MDB

    Após traição, Marco Alba demite CCs de vereadores de Jones; Sônia Oliveira removeu, a guerra de notas, a fila do Sine e a fila do Dimas

    por Rafael Martinelli | Publicada em 14/10/2020 às 15h46| Atualizada em 22/10/2020 às 12h11

    O Diário Oficial da Prefeitura de Gravataí já traz, na edição 136921 demissões de CCs ligados aos vereadores Clebes Mendes (MDB), Nadir Rocha (MDB) e Paulinho da Farmácia (MDB). Como tratei nesta quinta em Conspiração do ’fogo amigo’ rejeita contas de Marco Alba; Com Jones & tudo, a abstenção da ‘turma do Jones’ ajudou a oposição a aprovar parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que rejeita as contas de 2017 e ameaça o prefeito Marco Alba (MDB) com uma inelegibilidade de 8 anos.

    As exonerações de CCs, com salários entre R$ 3 mil e R$ 7 mil, foram publicadas logo após a votação na Câmara, realizada sem acesso ao público ou transmissão online, como tratei em Às escondidas, Câmara vota agora contas de Marco Alba; O Josef K. de Gravataí.

    A expectativa agora é pelas próximas ações do MDB, onde os vereadores podem ser acionados na Comissão de Ética, o que pode levar até à expulsão, e também ter as candidaturas a reeleição ameaçadas de substituição, o que é permitido até o dia 26 conforme o calendário eleitoral.

    Às 17h da quinta, minutos após o encerramento da sessão da Câmara, Sônia Oliveira, presidente do MDB de Gravataí, removeu os vereadores e seus apoiadores do grupo de WuatsApp do partido. A imagem, a qual o Seguinte: teve acesso, ilustra este artigo.

    O ‘fogo amigo’ seguiu em uma troca de notas oficiais. Reproduzo e, abaixo, sigo.

    A assessoria do prefeito divulgou a nota “Marco Alba não cedeu à barganha política”.

     

    “(...)

    Se o objetivo da oposição, com o apoio de três vereadores do próprio MDB – Nadir Rocha, Clebes Mendes e Paulinho da Farmácia –, era tornar o prefeito inelegível, a Lei da Ficha Limpa é clara: “Na Alínea G, do Artigo 1º da Lei Complementar 64, diz que “os que tiverem suas contas relativas ao exercício de cargos ou função públicas rejeitadas por IRREGULARIDADE INSANÁVEL que configure ato doloso de improbidade administrativa...”.

    Não há no parecer do TCE-RS apontamento de irregularidade insanável nem danos aos cofres públicos, tanto que não é aplicada nenhuma multa ou pedido de devolução de dinheiro ao prefeito. O que levou os três vereadores do governo a se juntarem à oposição foi a tentativa frustrada de barganhar a indicação do candidato a prefeito. Eles queriam Jones Martins como candidato do governo, e a convenção do partido decidiu-se por Luiz Zaffalon.

    Hoje (13) pela manhã, o trio voltou a pedir nova reunião com o prefeito, mas com a presença de Jones. Receberam um não como resposta, mais uma vez. À tarde, juntaram-se à oposição e não contestaram o parecer do TCE-RS.

    (...)”.

     

    Os vereadores também divulgaram “nota pública”:

     

    “(...)

    Em nome do compromisso que temos com o povo gravataiense, por meio de nossos mandatos como vereadores do município, e, diante de notícias falaciosas que proliferam, vimos a público esclarecer:

    1º- Não compactuamos com toda e qualquer “conspiração” para tornar o Prefeito Marco Alba, inelegível.

    2º- Participamos ativamente e continuamos a integrar o projeto de cidade do MDB.

    3º- Considerando as conclusões técnicas do Tribunal: apontamos que o parecer do TCE (Tribunal de Contas do Estado) concluiu, por unanimidade dos votos dos técnicos responsáveis, pela reprovação das contas do atual Prefeito, com relação exercício fiscal de 2017 - primeiro ano do segundo mandado de Alba.

    Nosso critério foi acatar os argumentos técnicos, sem considerar aspectos políticos.

    Rogamos que o prefeito consiga, com devido processo legal, demonstrar a lisura de seus procedimentos.

    Certos da compreensão daqueles que nos confiaram estes mandatos e à disposição de todos.

    (...)”.

     

    Como Cavalo de Tróia não galopa, alerto há 3 meses – antes mesmo da convenção que escolheu Luiz Zaffalon como candidato a prefeito, em detrimento de Jones Martins – a chama do logotipo do MDB tinha se tornado um incêndio incontrolável na Amazônia. Agora avançou para o Pantanal.

    Logo após as demissões, já apareceram posts de apoio a Dimas Costa (PSD), candidato a prefeito pela oposição, feitos por perfis cujos avatares no Facebook trazem propagandas de vereadores da ‘turma do Jones’.

    É um apoio que, obviamente, Dimas aceita. Entre os vereadores mais votados de Gravataí em 2016, Paulinho é o campeão de votos, Clebes o terceiro e Nadir o quarto.

    Ao fim, as demissões, ocorridas após a conspiração-traição, mandam ex-CCs apoiadores dos vereadores para a ‘fila do Sine’, como diz o jargão da política, e também para a ‘fila do Dimas’. Se no artigo de ontem fiz uma alegoria com as tesouradas da Paula Thomaz, hoje reporto que a tesoura também pegou nos cargos dos políticos ‘anti-Marco Alba’ na Prefeitura.

     

    LEIA TAMBÉM

    Em Gravataí, se o povo gostar do político, políticos querem matar!; o ’Efeito Orloff’

     

    • eleições 2020
      Com Marco Alba em férias, juíza assume Prefeitura
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      HC supera atendimentos do ’pico’ de agosto
      por Rafael Martinelli
    • obras
      Viaduto do km 80 da Freeway será bloqueado
      por Redação
    • eleições 2020
      Dimas recorre ao TRE para tirar Zaffa e Dr. Levi das urnas
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Como Gravataí se prepara para vacina contra COVID-19
      por Rafael Martinelli
    • eleições 2020
      Em Glorinha, um debate como não deveria ser
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      O dia do ’liberou geral’ na pandemia de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • negócios
      Marco Alba entrega licenças para Zaffari
      por Redação
    • eleições 2020
      Quem ganhou, quem perdeu debate em Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.