notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 24/09/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    política

    Anabel Lorenzi, em seu avatar no Facebook

    Anabel age conforme prega; sem a ’atividade essencial’ da campanha de rua

    por Rafael Martinelli | Publicada em 05/08/2020 às 18h18| Atualizada em 10/08/2020 às 15h30

    Admiro o desprendimento eleitoral de Anabel Lorenzi. Ela segue ‘A esquerdista do Ano’, mesmo com os mais próximos, como Dilamar Soares, e até o ‘Grande Eleitor’ Daniel Bordignon, pedindo um discurso mais “ao centro” – centro político, não ‘Centro da Cidade’ (quem é de Gravataí sabe do que se trata), o que é uma capitulação que simbolicamente a tornaria uma covidiota.

    O ‘Esquerdista do Ano’ deixei de usar quando a professora se tornou a candidata a prefeita pelo PDT dos ‘Bordignons’. Um amigo pediu que eu repensasse o apelido, já que Anabel agora era candidata a prefeita de todos os gravataienses. Achei justo. Parei.  

    Resgato o causo porque percebo a candidatura de Anabel sob ataque, tanto que o próprio partido parece ter sentido (seja fogo amigo ou inimigo, e 'causou' o artigo O post feliz de Dilamar; apoio de Bordignon a Dimas não é): hoje foi marcada, para esta quinta, 19h30, live no Facebook de Anabel, com Rosane e Daniel Bordigon. Fato é que as fofocas andam imparáveis, sobre uma renúncia e uma suposta briga com os 'Bordignons' e, até, com seu fiel Dilamar – o que se torna verossímil para quem já conviveu com as inquietas e contestadoras personagens.

    Um dos motivos da diáspora seria a decisão de Anabel de, enquanto a pandemia estiver tirando uma vida por dia em Gravataí, como hoje está, não fazer visitas e campanha de rua, mesmo que os apoiadores clamem por ela nas ruas!

    Ao fim, saúdo o desprendimento de Anabel por motivos familiares: tem pais idosos, que convivem com ela. E volto à sentença inicial, sobre minha admiração pelo desprendimento eleitoral da candidata. Lembra-me uma canção do Red Hot Chili Peppers, popular nos anos 90. Dizia assim verso de Give It Away: “Bob Marley, walkin' like he talk it”. Algo como: “Bob Marley agia conforme pregava”.

    Inegável é que a Anabel das lives nas redes sociais prega o distanciamento social e o experimenta – e, pessoa pública, serve de exemplo. Todos os outros candidatos, mais jovens ou mais velhos, estão fazendo visitas naquilo que, para eles, é ‘atividade essencial’: a política, a campanha eleitoral.

     

    LEIA TAMBÉM

    Se continuar assim é melhor Anabel renunciar candidatura a prefeita de Gravataí; o cancelamento do ’homi na kombi’

    • duplicação
      Estado inaugura viaduto e mais 3,5km na 118
      por Redação
    • coronavírus
      Os ’novos leitos’ de UTI já funcionam desde julho
      por Redação
    • eleições 2020
      Os bens dos candidatos; Zaffa é o ’mais rico’
      por Rafael Martinelli
    • política
      Dimas: Marco Alba pode se defender na Câmara
      por Rafael Martinelli
    • eleições 2020
      Com COVID, candidatos do governo estão em isolamento
      por Rafael Martinelli
    • política
      Ruiu conspiração anti-Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    • política
      Juíza acaba com sessões às escondidas na Câmara
      por Rafael Martinelli
    • gravataí
      Décimo antecipado; 10 milhões na economia
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.