notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 07/08/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    política

    Marco Alba fez live na tarde deste domingo para tratar da polêmica do Mercado Livre

    Perder Mercado Livre é pior que Ford, diz Marco Alba a Eduardo Leite; o ’delivery’

    por Rafael Martinelli | Publicada em 21/06/2020 às 16h04| Atualizada em 25/06/2020 às 16h32

    Mais do que analisada, precisa ser assistida a live feita pelo prefeito Marco Alba na tarde deste domingo sobre a desistência do Mercado Livre prosseguir o megainvestimento em Gravataí. É, além de um apelo de um prefeito que perde um investimento de R$ 450 milhões, um ‘delivery’ de 2022, como tratei Marco Alba critica Eduardo Leite por perda do Mercado Livre; ’parole, parole, parole’. O gravataiense esticou a corda e se coloca como um crítico quase que solitário a Eduardo Leite (PSDB).

    Clique aqui para assistir 'Mercado Livre, a verdade dos fatos', como nominou a transmissão em seu perfil pessoal no Facebook.

    O prefeito apresentou uma cronologia na qual confirma a burrocracia do Governo do Estado na negociação, que se arrasta desde 1º de agosto de 2019, teve alvará expedido pela Prefeitura em 2 de outubro e resta parada na Secretaria Estadual da Fazenda há quatro meses, mesmo com nota da empresa, em 27 de fevereiro, comunicando que, até acerto tributário com o RS, estavam suspensas obras e contratações.

    – São 2 mil empregos, não só boatos políticos, governador! – disse Marco Alba, que recebeu a confirmação da desistência na noite de quarta em um telefonema do diretor de relações institucionais do Mercado Livre, François Martins, o que foi reafirmado em nota oficial da empresa que, conforme notícias divulgadas pela imprensa, já teria acerto com Santa Catarina.

    Marco Alba considerou as notas oficiais e os vídeos divulgados pelo governador “lero-lero” e “jogo de palavras para tentar diluir uma decisão catastrófica para Gravataí e o Rio Grande do Sul”.

    – É pior do que a perda da Ford – comparou o gravataiense, argumentando que à época o RS já tinha a GM em instalação em Gravataí, o que garantia a expansão de uma cadeia produtiva para o setor automotivo.

    – Governador, o senhor repete padrões que no passado trouxeram prejuízos ao Estado, espantando investimentos – criticou, instigando politicamente ao citar a terra natal de Eduardo Leite:

    – Se o Mercado Livre estivesse negociando com Pelotas, o senhor seria tão insensível?

    Marco Alba também deu uma invertida política ao usar a ‘crítica-meme’, repetidamente dedicada por Leite ao governador José Ivo Sartori (MDB) na campanha da eleição que venceu em 2018:

    – Com todo respeito, governador, levante da cadeira, tenha atitude, procure Mercado Livre e faça tudo que for necessário para não perdermos esse investimento.

    Como comentei no último artigo sobre o tema, é um prefeito que, por sua cidade, se insurge contra o governo estadual, do qual seu MDB faz parte, e mostra estar disposto a comprar a briga para não perder aquele que é o principal investimento privado de seu governo. Para efeitos de comparação, são cerca de 20 Havans., além do potencial de atração de um polo de logística para a RS-118 em duplicação.

    Politicamente, Gravataí já viveu isso no final dos anos 90, quando o prefeito Daniel Bordignon era criticado por seu partido, o PT, por ser ‘amigo da GM’, já que o Estado ‘pagaria’ para Gravataí ter a montadora. Inegável é que, para Gravataí, assim como foi a GM, o Mercado Livre é um grande negócio.

    Na técnica, reputo que o argumento mais forte para reforçar a cobrança de Marco Alba é a inevitabilidade do ‘novo normal’, que viveremos no ‘pós-pandemia’. Como o próprio prefeito bem observou na live, o e-commerce, o comércio de entregas, “é um modelo de negócios que se consolidará por força dos novos tempos e da tecnologia que assim permite”.

    Ao fim, se o governador entender que o negócio é ruim para um Estado que só faz despencar do mapa econômico brasileiro, ou considerar ser vítima de um jogo de chantagem ao qual não vai ceder, em uma negociação desse porte é inadmissível que não seja ele, Eduardo Leite, a dizer não pessoalmente ao Mercado Livre e explicar aos gravataienses e gaúchos o ‘delivery’ do investimento para Santa Catarina; assim como Olívio Dutra fez e, 16 anos, a justiça confirmou, quando a Ford foi embora para Bahia por uma bolada maior. Aí, aceita o argumento quem quiser.

    “Não sabia”, pega muito mal, mesmo ocupado com a COVID-19. Governador, não precisa (e nem deve, conforme o distanciamento social) tirar a bunda da cadeira, mas chama no aplicativo para negociar! 

     

    LEIA TAMBÉM

    A estranha forma do Mercado Livre negociar megaempreendimento em Gravataí; sem chantagem, please!

    O que tranca confirmação do Mercado Livre em Gravataí; o mastodonte

    Negociação com RS suspende investimento do Mercado Livre; em Gravataí, tudo certo

    • cachoeirinha
      Dona Nadir, 70 anos, teve alta da COVID
      por Redação
    • crise do coronavírus
      Homofóbico não é o Miki, é você; a bandeira rosa
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Morte aos 48; já são 8 em 7 dias
      por Redação
    • gravataí
      É frágil parecer do TCE que reprova contas de Marco
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Justiça suspende ’decreto do festerê’ em Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Com COVID, Gelson grava vídeo chocante
      por Rafael Martinelli
    • política
      Anabel age conforme prega
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Miki limita horário para bares e festas
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Gravataí libera atividades não-essenciais
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Cachoeirinha vai abrir até bares, boates e cinemas
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.