notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 21/11/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    exclusivo

    Denúncia inclui print de Instagram com parabenização da Unick ao vereador

    Caso Unick: MP investiga presidente por uso da Câmara de Glorinha

    por Rafael Martinelli | Publicada em 22/10/2019 às 15h43| Atualizada em 04/11/2019 às 17h01

    O Ministério Público vai apurar suposta improbidade administrativa do presidente Rafael Schonardie Schmidt (MDB), o 'Alemão Schmidt', a partir de denúncias de uso da Câmara de Glorinha para captar investidores em negócios com moedas virtuais relacionados à Unick, empresa investigada pela Polícia Federal na Operação Lamanai por suspeitas de fraude financeira conhecida por 'pirâmide'.

    A promotora Carolina Barth Loureiro Ingracio confirmou ao Seguinte: nesta segunda-feira a instauração do procedimento eletrônico nº 00783.000.119/2019.

    A mesma denúncia também foi feita dia 10 de outubro à Polícia Civil. A Delegacia Regional Metropolitana (DRM) enviou o caso para a Divisão Anti-Corrupção do Departamento de Investigações Criminais (Deic), que, conforme o delegado Marcos Viafore disse também nesta segunda à reportagem, já encaminhou a documentação para a PF.

    Nas denúncias, o vereador, cujo nome é grafado errado, é acusado de inclusive elaborar contratos financeiros e utilizar assessores para fins pessoais, “comprovação que", recomendam os denunciantes, "pode ser feita no sistema de monitoramento dos computadores da Câmara”.

    Entre os documentos entregues ao MP e à PC, agora com a PF, há print do Instagram onde ‘Alemão Schmidt’ é parabenizado por receber uma viagem para Porto de Galinhas por atingir a ‘categoria ouro’ da Unick.

    Procurado pelo Seguinte:, o político primeiro comentou ao celular, referindo-se ao caso que tratei nos artigos Prefeito revoga ’gratificação da cassação’; deixa vereadora mal, Dr. Golpeachment defende vereadora da cassação; ’golpezinho fajuto’Câmara abre processo que pode cassar vereadora:

    – Imaginei que fariam algo após abrirmos comissão para cassar uma vereadora e que poderia levar a um impeachment.

    E logo pediu que perguntas fossem enviadas pelo WhatsApp.

    Na resposta foi econômico: optou por não responder diretamente as denúncias de uso da Câmara, nem se convidou pessoas a participar, ou mesmo foi lesado pelo suposto esquema da Unick.

    – Não estou sabendo de denúncia alguma, por enquanto. 

     

    Analiso.

    Sobre a improbidade, que poderia levar a uma cassação do vereador, nem Ministério Público, nem Polícia Civil revelam nomes de denunciantes, por isso não foi possível entrevistá-los. Podem ser anônimos, inclusive. Mas será fácil, em uma perícia, comprovar se equipamentos da Câmara foram usado irregularmente.

    Sobre envolvidos no suposto golpe financeiro da Unick, empresa que, conforme os investigadores chegava a captar R$ 40 milhões por dia, é preciso esperar a Polícia Federal investigar, o Ministério Público denunciar e a Justiça condenar, como manda o devido processo legal, que muito só gostam quando são os próprios enrolados.

    Há quem tenha perdido mais de R$ 300 mil, seduzido por lucros exorbitantes, em torno de 15% ao mês, além de um lucro extra de 5% a cada nova pessoa trazida para a ‘pirâmide’ na aplicação de dinheiro ‘criptomoedas', algo que sequer possui regulamentação na legislação brasileira.

    Como sempre lembro, não sou jornalista caça-cliques, daqueles que exploram o mau humor do eleitor e permitem aos políticos apenas a presunção de culpa. E muito menos adepto a diatribes de discurso, como faz algumas vezes o próprio Alemão, uma espécie de ‘Bolsonaro da Glorinha’, que se associa aos que gostam de postar ‘CPF cancelado’ e ‘bandido bom é bandido morto’.

    Até ter culpa provada, para mim o político, ou quem quer que seja, é inocente. Ainda mais a partir de denúncia anônima. Não serei eu a pendurá-lo na figueira.

    • 3º Neurônio | comportamento
      Terapia de casal, mas de casal de amigos
      por Ana Bulnes Fraga | El País
    • 20 de novembro
      Gravataí abre a Semana da Consciência Negra
      por Redação
    • opinião
      O dia em que a Câmara foi o STF; e deu empate!
      por Rafael Martinelli
    • personagens
      Quem é Sirmar Antunes, o ator que respira arte, negritude e Gravataí
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      A reeleição de Miki e a desfiliação de Ibarú e Marco
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Cassação ameaça outra conselheira tutelar eleita
      por Rafael Martinelli
    • educação
      Escola Tuiuti está mais perto do fim
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Aniversário de Miki mostra força para reeleição
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Repercussão política foi instantânea do ’reajuste zero’
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      LDO prevê ’reajuste zero’ para funcionalismo
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.