notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 22/10/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    opinião

    Miki Breier, prefeito de Cachoeirinha

    Como Miki se encaixa em jogada que mira Palácio Piratini

    por Rafael Martinelli | Publicada em 05/07/2019 às 13h43| Atualizada em 09/07/2019 às 18h52

    No artigo O boato da semana que envolve Beto, Miki e o PSD de Danrlei, publicado por O Repórter, o jornalista Roque Lopes fez uma detalhada apuração sobre especulações de que o prefeito de Cachoeirinha poderia trocar o PSB pelo partido que descrevo sempre como ‘insípido, inodoro e incolor’, devido a difícil tradução ideológica – aos que não lembra: o líder maior Gilberto Kassab apagou a luz com Dilma, acendeu no dia seguinte com Temer e agora segura uma vela para Bolsonaro na Reforma da Previdência.

    Todos disseram não a Roque. Mas, por mais hábeis que sejam os políticos, sempre acabam cometendo alguma sinceridade: conversas houve, não apenas boatos. Entretanto, essas conversas estão menos avançadas que outras maquinações, que conto neste artigo: Miki Breier é assediado pelo PTB. Já ouviu a sondagem de Alexandre Bitencourt, o Xaxá, um rasputin de Luiz Carlos Busato.

    Depois, ouviu a confirmação do próprio prefeito que administra dois bilhões de orçamento em Canoas – o dobro de Gravataí e quase o triplo de Cachoeirinha – e hoje todo poderoso no partido.

    O convite revela uma articulação política que perpassa fronteiras na Região Metropolitana e busca pavimentar o caminho de Busato ao Palácio Piratini, já que o partido tem hoje como vice o delegado Ranolfo Jr. aliado de Busato, e sonha com o apoio do governador Eduardo Leite, um crítico à reeleição.

    Siga os movimentos, que acontecem não nessa ordem cronológica, mas no modo Dark, daquela série Netflix.

     

    1.

    André Pacheco, prefeito de Viamão, foi convidado para se filiar ao PTB. Está independente, desde que saiu do PSDB após a briga criatura-criador com o ex-prefeito Valdir Bonatto.

    Diariamente Dédo Machado, secretário de Governo, principal articulador político do prefeito e amicíssimo de Xaxá, diz para Pacheco aceitar o convite.

    Dedo trabalhou com Busato na Secretaria de Obras do governo Tarso Genro.

     

    2.

    Mais nas sombras, o PTB tenta também o ex-prefeito Jairo Jorge (PDT). Deixaria Busato correndo livre na disputa pela reeleição em Canoas, passo essencial para disputar o governo do Estado em 2022 – sim, ele renunciaria ao cargo, e por isso o vice é tratado no município vizinho com tanto cuidado pelos busatistas.

    A proposta do PTB para Jairo é uma candidatura a prefeito de Porto Alegre, onde fez 18% dos votos na última eleição para o governo estadual.

     

    3.

    Darci Lima da Rosa, prefeito de Glorinha, deixou o PRB e seu caminho também deve ser o PTB.

     

    4.

    Dimas Costa, autoproclamado candidato a prefeito em Gravataí, também já foi alvo do assédio do busatismo, mas fica no PSD, partido que hoje comanda com mão de ferro e ostenta na parede do diretório um grande painel com uma foto sua ao estilo Kim Jong-un.

    Mesmo no PSD, o vereador, popular e queridinho das redes sociais, é tratado como aposta e aliado do ‘cinturão’ político arquitetado a partir de Canoas por Xaxá, que é ex-vereador de Gravataí.

    Dimas foi o candidato a deputado que fez mais votos na aldeia em 2018 e, pelo menos até o momento, representa como ninguém o ‘contra tudo que está aí’.

     

    5.

    Chega-se então em Miki, que teme o desgaste de disputar uma prévia dentro do PSB com o ex-prefeito José Stédile. A entrada no PTB viria ‘por cima’, atropelando o ex-vereador Reni Tolentino, um dos artífices do golpeachment tentado contra o prefeito e o vice Maurício Medeiros (MDB).

    – Uma coisa que eu te garanto é que o Miki não está confortável no PSB – conta fonte que pede anonimato, mas tem amizade de longa data, frequenta a casa de Miki e é visitado por ela.

    :

    Utilizando de nossas personagens para parafrasear um Millôr de 89, porque a verdade não só é muito mais incrível do que a ficção como é muito mais difícil de inventar, concluo:

    – Possibilidades da conjuntura política? É simples, só não vê quem não é cego. Pode até acontecer que o Miki ganhe, na hipótese de que não perca. E Busato pode mesmo vir a ser um fator de unificação, desde que não divida. Há inúmeros imprevisíveis, e sempre que há imprevisíveis não se pode prever. Previsão infalível.

    Ao fim, Printe & Arquive na Nuvem!

    • 3N | economia
      A importância dos homens arrumarem a cama
      por Luis Doncel | El País
    • coluna do silvestre
      Gravataí vai ter novo centro comercial
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Vereador quer CPI de fraude no SUS em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      O pedido de Ciro para campanha de Anabel em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Bahia dá mais uma goleada na chucrice
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Cinco homens e um destino, ser sucessor de Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      ’Outsiders’ sem sucesso na eleição para Conselho Tutelar
      por Rafael Martinelli
    • obras
      Prefeito acompanha obras para troca do pedágio
      por Redação
    • opinião
      Miki, Fernando, Sueme, Pompeo e Lupi; do checão à reeleição
      por Rafael Martinelli
    • investimento
      Neco inaugura posto de R$ 20 milhões e 150 empregos
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Um outro lado da PPP da Corsan; uma GM para Gravataí
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.