notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 23/08/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    opinião

    Luis Stumpf e Paulo Silveira, dirigentes do PSB de Gravataí

    ’Bordignon nos traiu’; a polêmica saída de Anabel

    por Rafael Martinelli | Publicada em 05/06/2019 às 18h39| Atualizada em 10/06/2019 às 18h21

    Afastado da Câmara por problemas de saúde, o presidente do PSB de Gravataí Paulo Silveira escalou Luis Stumpf para falar pelo partido sobre a polêmica envolvendo a saída de Anabel Lorenzi para concorrer a Prefeitura em 2020 pelo PDT com o apoio do Daniel Bordignon e, possivelmente, tendo como vice Rosane Bordignon, vereadora que é esposa do ‘Grande Eleitor’.

    Nos artigos relacionados ao fim do artigo você pode ‘assistir’ aos capítulos da temporada do House of Cards – ou Game of Thrones – Gravataí. Mas o que motivou a reação dos socialistas da aldeia foi Como Stédile pode ter perdido a Prefeitura de Gravataí, publicado nesta manhã pelo Seguinte:.

    Sempre ponderado, Luisão nunca subiu o tom de voz, apesar do alto volume das palavras:

    – Bordignon nos traiu. Usou de nossa boa fé – resumiu o ufólogo, que já foi personagem da reportagem em texto e vídeo O homem que viu ovnis (fomos ao local do avistamento).

    Luisão, que sempre fora mais próximo de Anabel, nos últimos meses estava ao lado de Paulo, e servia como um zap-zap entre os dois. Ele garante que a indicação da professora nunca foi uma condição de Bordignon ao manifestar a intenção de apoiar uma candidatura do PSB em 2020:

    – Nas quatro reuniões que eu e Paulo tivemos na casa dele, Bordignon sempre disse que o PSB seria protagonista e garantiu apoio a uma candidatura nossa à Prefeitura. Em janeiro, perguntou de Anabel e disse que uma união das duas forças ganharia a eleição, mas nunca tratou a indicação do nome dela como uma condição para a aliança. Até porque, se fosse o caso, o caminho correto de construir isso seria por meio da direção partidária.

    Luisão conta que ele e Paulo levaram o presidente estadual José Stédile até a casa dos Bordignons.

    – Bordignon dizia que precisávamos estabelecer uma relação de confiança, que queria aproximação com a direção municipal e estadual. Acreditamos. Stédile se comportou como um dirigente ético, não atropelou o partido em Gravataí. Inclusive nos alertou: “conheço o histórico do Daniel, vão devagar, vamos observar mais...”

    Luisão revela que, ao perceber o movimento que Bordignon faria em direção a Anabel, tendo o vereador Dilamar Soares como interlocutor, procurou a ainda companheira de partido:

    – Falei para discutirmos no partido, que o Paulo não tinha nada contra. Anabel disse que estava refletindo sobre o futuro e, palavras dela, não queria ser prefeita pelas mãos do Daniel.

    Conforme Luisão, o PSB tem hoje, “tranquilamente”, só um veto para coligação em 2020: o PDT dos Bordignons e Anabel.

    – Lamentamos a quebra de confiança. Esse movimento dos Bordignons pode até ser coisa da política, mas lá na frente pode ser responsável por entregar mais uma vez a Prefeitura para quem o prefeito Marco Alba (MDB) quiser, ou para uma surpresa eleitoral como o vereador Dimas Costa (PSD).

    Para onde vai o PSB?

    – O Paulo era nosso candidato e continua sendo. Estamos programando um lançamento – garante Luisão, sem arriscar data.

    A polêmica está dada. Luisão falou por Paulo, o que também tem preço político para um e outro. Pelo que observo das versões dos ‘dois lados’, talvez Paulo e Luisão não tenham – ou não quiseram entender – o interesse manifesto de Bordignon por Anabel que, pelas votações nas últimas três eleições para a Prefeitura, restava como uma estrela maior transformada em supernova pelo próprio partido.

    Por mais hábil que seja, todo político sempre acaba cometendo uma sinceridade.

    E, ao fim, somando este artigo a Não há como apagar golpe de 2011, diz Rita sobre Anabel; ’eu sei o que fizeste no verão passado’ afasta canhotos, e também aos artigos que relaciono abaixo, segue a máxima: "a esquerda só se une na cadeia". 

     

    LEIA TAMBÉM 

    O grande lance de Bordignon para atrair Anabel 

    Por que Anabel chorou

    Um encontro de 70 mil votos; ainda os tem?

    Passado é passado, olho para frente, diz Anabel; leia que você saberá o futuro dela

    Dilamar com Anabel (e Bordignon); o Lazaro de Betânia

    Não sirvo para poste ou laranja, diz Paulo Silveira; o presidente do PSB e a saída de Anabel

    • opinião
      Aprovado novo plano de saúde dos servidores de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Mil por emprego na ’GM’; sindicato sob pressão
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Expoagas ignora crise e vende R$ 539 milhões
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • personagens
      Carlos Arthur: força do esporte para o hall da fama mundial
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Sônia Oliveira vai comandar MDB; e a sucessão?
      por Rafael Martinelli
    • doação
      Cobertores ajudarão casas terapêuticas nas noites frias
      por Redação
    • opinião
      A reunião misteriosa do PDT; entreguem os celulares!
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Uma saída para o ’menos médicos’ em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      PT pode lançar Vitalina e Rose para Prefeitura de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Ressuscitando Abílio
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      O oportunismo de políticos de Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • trânsito seguro
      Agentes vão filmar abordagens no trânsito
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • gravataí e cachoeirinha
      ’Vereador de bairro’ e em lista em 2020
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      ’A Fazenda’ ou ’Centrão’, alguém fica de fora na aliança de Dimas
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Emenda ruim atrasa votação do ISSEG
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Sobre comemorar morte e decapitação
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      O sincericídio de Anabel; atrás do muro, não!
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Não é game over de dinheiro da Prefeitura para ISSEG
      por Rafael Martinelli
    • eleição 2019
      A lista de quem pode concorrer ao Conselho Tutelar
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Anabel também vai para trás do muro? Postou e apagou Lula
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Áureo assume Mobilidade; na fila para Prefeitura
      por Rafael Martinelli
    • tecnologia da informação
      AGTI faz de Gravataí um Vale do Silício
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • panificação
      Uma indústria que só cresce em Gravataí e Cachoeirinha
      por Silvestre Silva Santos
    • coluna do silvestre
      O novo Asun de Gravataí quer expandir a rede
      por Silvestre Silva Santos
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.