notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 24/09/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    saúde

    Coordenadora da Saúde da Mulher Luciane da Silva, ginecologista Marcelo Leone e secretário da Saúde Jean Torman trataram do projeto piloto em videoconferência com técnicos da rede municipal

    Gravataí vai oferecer novo método contraceptivo sob a pele; saiba como funciona

    por Redação | Publicada em 02/08/2020 às 18h46| Atualizada em 02/08/2020 às 19h20

    A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) está se preparando para colocar em prática um projeto piloto de método contraceptivo. O secretário da Saúde Jean Torman, o médico ginecologista Marcelo Leone e a enfermeira e coordenadora de Política da Saúde da Mulher, Luciane da Silva, se reuniram, em uma videoconferência, com as coordenadoras e coordenadores da rede de  atenção básica para falar sobre a ação.

    A iniciativa prevê a oferta do implante contraceptivo, que é aplicado no braço e tem duração de três anos. De acordo com o secretário, esse tipo de cuidado com a saúde da mulher é muito importante.

    – A decisão de colocar esse projeto piloto em prática é atender às necessidades de planejamento familiar das pacientes em vulnerabilidade social e clínica. Mas teremos critérios para fazer a inserção do implante e, se aprovado, no futuro poderemos atender praticamente todas as mulheres que desejarem utilizar desse método – explica Jean.

    O documento que traz todas as orientações, também demonstra quem serão as primeiras beneficiadas. São prioridade 1, adolescentes vivendo em alta vulnerabilidade ou risco social; usuárias de drogas; mulheres em situação de rua; mulheres que moram em regiões sem unidade de saúde e zona rural; soropositivas; pacientes que apresentam déficit cognitivo; mulheres que já tiveram três ou mais partos; puérperas de alto risco; que tem contraindicação à amamentação e com distúrbio de saúde mental ou rebaixamento de nível de entendimento.

    A prioridade 2 será para as pacientes que não se adaptaram aos métodos oferecidos pelas unidades de saúde, mulheres categoria 3 e 4 para outros métodos contraceptivos (seguindo critérios da Organização Mundial da Saúde) e que haja sangramento aumentado, dismenorréia e endometriose não resolvidos com outros métodos ou tratamentos. As mulheres que não se encaixarem nesses casos são classificadas como prioridade 3.

    O método, que evita a ingestão da pílula diária, não interfere nas relações sexuais e pode ser utilizado por mulheres que não podem utilizar remédios com estrogênio. A implantação do contraceptivo será feita em espaços próprios dos serviços de saúde inicialmente pelo ginecologista Marcelo Leone.

    Viabilizador do projeto, por meio de uma parceria com a ONG Brasil Sem Grades, Marcelo Leone fala sobre os benefícios do projeto para as mulheres e para o município.

    – Além de ser o mais eficaz dos métodos, mais até que vasectomia e ligadura de trompas, ele dura por três anos. A paciente que fizer o implante pode ter certeza que não irá ter uma gravidez indesejada. No futuro, se esse projeto piloto der certo, o valor de investimento por implante é de aproximadamente R$ 360. Esse valor, por três anos, é muito acessível para a Prefeitura oferecer à população feminina.

    • duplicação
      Estado inaugura viaduto e mais 3,5km na 118
      por Redação
    • coronavírus
      Os ’novos leitos’ de UTI já funcionam desde julho
      por Redação
    • eleições 2020
      Os bens dos candidatos; Zaffa é o ’mais rico’
      por Rafael Martinelli
    • política
      Dimas: Marco Alba pode se defender na Câmara
      por Rafael Martinelli
    • eleições 2020
      Com COVID, candidatos do governo estão em isolamento
      por Rafael Martinelli
    • política
      Ruiu conspiração anti-Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    • política
      Juíza acaba com sessões às escondidas na Câmara
      por Rafael Martinelli
    • gravataí
      Décimo antecipado; 10 milhões na economia
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.