notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 12/08/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    crise do coronavírus

    Doug em gravação da campanha Comércios Unidos

    A reinvenção do comércio de Gravataí; o exemplo do Doug

    por Rafael Martinelli | Publicada em 22/05/2020 às 13h23| Atualizada em 31/05/2020 às 18h34

    A história de superação da personagem criativa da campanha Comércios Unidos de Gravataí não poderia representar melhor a reinvenção e adaptação ao ‘novo normal’, exigência no durante, e depois da crise do coronavírus.

    Douglas Weis, autor da ideia, da execução da paródia, e roteirista do vídeo promocional, é um menino de 17 anos que é orgulho de uma família reconstruída das ruínas do tráfico, e da morte. A mãe saiu de Alvorada em 2010, e trouxe os filhos para a Vila Natal para evitar que a família tivesse o fim trágico do pai, Marcelo, traficante assassinado em 2010.

    Foi dentro de um roupeiro da casa simples da periferia de Gravataí, onde mora com os irmãos Giovana, 14, Franciele, 19, Franciny, 18, Diogo, 8, que o Doug fez a gravação da campanha:

    – É que mãe grita muito – sorriu, na entrevista ao Seguinte:, na manhã desta sexta.

    Tudo começou no ano passado, quando o jovem aprendiz do diz no Instituto Adventista Cruzeiro do Sul, de Taquara, precisava de uma roupa para usar em apresentação do coral da escola em que seria gravado um dvd. Ele pediu uma ajuda para a chefe, a Jaina, da livraria J. A. Junior, no Centro de Gravataí.

    – Propus pagar com um vídeo – conta.

    A paródia feita por ele sobre o hit ‘Tudo Ok’, de Thiaguinho, que trocou o “cabelo ok, sobrancelha ok, maquiagem ok, a unha 'tá ok”, pelas mochilas da loja passou das duas mil visualizações em duas horas, nas redes sociais. Rendeu até um contato da Tilibra, indústria de materiais escolares.

    Com ideias geniais, o adolescente passou a cuidar do marketing da loja. E, percebendo o ‘contágio econômico’ da pandemia, e a preocupação da Jaina em ter que demitir funcionários, deu a ideia de produzir um novo vídeo para divulgar as plataformas online da loja. Mas desta vez não só da livraria, e sim reunindo outros comerciantes.

    – Unindo todos, cada um postando nas suas redes, todos se ajudam neste momento difícil – resume, com a simplicidade das boas ideias.

    – Fui para o quarto, para o roupeiro, e comecei a compor, “me ligaram dizendo cola aí, em Gravataí...”.

    Doug ligou para o amigo Davi Duarte, 18, estudante e compositor, que preparou os arranjos. Convidou seu videomaker Gustavo Scheidt, 20, e mais de uma dezena de comércios aderiram. A história chegou no Rodrigo Silva, executivo do Sindilojas, que contou ao presidente José Rosa, que adorou a ideia e autorizou uma ajuda da entidade.

    – Ficou muito louco, um vídeo de alta qualidade! – comemora o menino, que cobrou irrisórios R$ 30 para cada comerciante usar o vídeo, um dinheiro que ele junta porque, após encerrar o contrato como jovem aprendiz, terá que pagar uma mensalidade de R$ 600 por mês para continuar o 3º ano no Instituto Adventista e seguir o sonho de cursar universidade e trabalhar com Comunicação.

    Também ideia do Doug, uma live no Facebook e YouTube do Sindilojas apresenta a campanha ‘Comércios Unidos’ na noite desta sexta, 20h. Você assiste, e participa do evento, clicando aqui.

    – Antes mesmo do lançamento já bombou: tem 23 mil visualizações em menos de 10 horas – empolga-se o jovem, negro, da periferia, que ilumina a falsa dicotomia da ‘morte’ do ‘CPF ou CNPJ’ ao demonstrar a empatia pelos empregadores, que muitos empresários por vezes não demonstram com os trabalhadores e, por que não, vice-versa:

    – Gravando o vídeo conheci histórias lindas de comerciantes, cujas lojas são o sonho da vida, tem quem perdeu um familiar e o comércio é como um filho. São pessoas que lutam para manter as lojas abertas, para pagar os funcionários. Tem dificuldades como eu, como você.

    José Rosa agradeceu, e convocou outros comerciantes a aderir à campanha:

    – É uma campanha muito bem-vinda, especialmente para o momento de crise em que o comércio varejista está vivendo. A ideia está aberta para os comerciantes que quiserem participar desta ação. É momento unirmos forças para fomentar o comércio local, na geração de renda para a economia da cidade.

    Quem quiser contratar o Doug, e ajudá-lo a pagar o colégio, o fone/Whats dele é o 991216335.

     

    Assista ao vídeo

     

    LEIA TAMBÉM

    Clique aqui para ler a cobertura do Seguinte: para a crise do coronavírus

    • pequenas empresas, grandes histórias
      O elixir da saúde é de Morungava
      por Eduardo Torres | Edição de imagens: Guilherme Klamt 
    • crise do coronavírus
      Gravataí e Cachoeirinha sob bandeira rosa
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      COVID leva Carlinhos, emancipador de Glorinha
      por Rafael Martinelli
    • cachoeirinha
      Quer denúncia sobre o Hospital de Campanha de Cachoeirinha? Vai no OLX
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Os números da COVID; o ’Efeito Dia dos Pais’
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      2 mil ’recuperados’; A boa e a má notícia
      por Rafael Martinelli
    • gravataí
      TCE reprova contas de 2017 de Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Justiça suspende ’decreto do festerê’ em Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.