notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 28/02/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    boa ação

    Paulo Roberto Espíndola em sua oficina

    Ato voluntário em praça de Gravataí ganha repercussão estadual

    por Redação | Publicada em 04/02/2020 às 11h56| Atualizada em 06/02/2020 às 16h14

    Segundo a definição do dicionário Aurélio, voluntário é aquele que procede espontaneamente. São aquelas pessoas que doam o seu tempo ou habilidade em prol de uma causa, sem receber nada em troca. Morador de Gravataí, Paulo Roberto Espíndola, 60, consertou voluntariamente brinquedos de um playground público da cidade e viu seu exemplo ganhar repercussão na mídia estadual.

    Na sexta-feira, 31, durante o plantão da Guarda Municipal, foi recebida uma denúncia que fazia menção a um homem que estaria mexendo nos equipamentos da praça da parada 72. Quando chegaram lá, avistaram o senhor Paulo Roberto, serralheiro por profissão, doando-se para o conserto de equipamentos danificados.

    A atitude, até então inesperada, gerou uma grande comoção nos agentes, que realizaram publicação nas suas redes sociais na internet, dando grande visibilidade para o gesto.

    – Como inspetor do turno sempre olho com bastante atenção toda e qualquer demanda, e fico sempre muito comovido com situações como essa. Sempre que depender de mim, farei o possível para dar luz a ações como esta. Uma atitude simples que nos passou uma baita mensagem de solidariedade – disse o guarda municipal Gustavo Rocha Rodrigues, que esteve acompanhado dos colegas Cristian Becker Zanini e André Ferreira Silveira.

    – Eu levo minha neta com frequência nesta praça e observei que o balanço estava arrebentado. Pensei então, vou ter que voltar aqui para arrumar, pois alguma criança poderá ser machucar – explicou Paulo.

    O secretário municipal de Serviços Urbanos, Paulo Garcia, explica que atitudes como esta são louváveis.

    – É um exemplo a ser seguido. Desejamos que mais pessoas possam zelar pelo mobiliário público urbano.

    A praça recebeu manutenção na mesma semana, pois a rotina da pasta é promover com rapidez e presteza o conserto dos equipamentos sempre que observados pela equipe técnica ou denunciados pela população.

    O final de semana de Paulo Roberto foi bastante agitado. Repórteres das principais emissoras de rádio e TV do nosso estado não param de ligar para o celular do seu filho. O belo exemplo tem recebido destaque nos jornais.

    – Para nós, aqui de casa, isso tudo é uma grade surpresa. Não esperávamos essa repercussão, pois nossa doação pela comunidade não é de hoje. Moro há 50 anos em Gravataí e tenho amor pela nossa cidade – disse o serralheiro.

     

    Uma história de superação e dedicação ao próximo

     

    Paulo é casado com Eliane Barcelos Gonçalves, 53, pai de Eduardo Gonçalves da Silva, 29, e avô de Beatriz Rodrigues da Silva, de apenas dois anos. Serralheiro há seis anos, passou 13 anos anteriores da sua vida trabalhando como mecânico industrial.

    Ele lembra que iniciou na construção civil, o que debilitou muito a sua saúde. Em 2014, foi diagnosticado com câncer de próstata, tendo que passar por cirurgia e tratamento quimioterápico. Ano passado foi agraciado com notícia de que está curado da doença.

    – Todo final de ano, eu compro uma cesta básica, com um pedacinho de carne e faço uma doação para uma família carente. É uma forma de retribuir um ano de trabalho e comida que colocamos na nossa mesa – emociona-se.

    A família também junta tampinhas de garrafa para o Instituto do Câncer, promove sopão no inverno para comunidades carentes e está sempre de portas abertas para ajudar o próximo.

    – Hoje, inclusive, estamos muito felizes. Recebemos uma ligação de uma família de Cachoeirinha querendo nos doar material para serralheria do pai – contou o filho Eduardo.

    Paulo Roberto tem seu comércio situado na Rua Jerônimo Timóteo da Fonseca 360, na Parada 72. Aos interessados em ajudar a família nas ações sociais que costumam realizar, o telefone para contato é (51) 98249-4931.

    • o que vem aí
      Gasolina, motores elétricos e GM de Gravataí
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Nada se compara ao parasita brasileiro
      por Rafael Martinelli
    • 3º Neurônio | opinião
      Mostrar a bunda
      por Rosa Montero | El País
    • funcionalismo
      Miki antecipa salários em Cachoeirinha
      por Redação
    • opinião
      PTB perde cargos no governo Marco Alba; ’Macaco’ fica
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Professores abrem luta por salários em Gravataí; a ’pauta-bomba’
      por Rafael Martinelli
    • boa notícia
      Havan anuncia a data para inauguração da loja em Gravataí
      por Silvestre Silva Santos
    • luto
      Irmã Jane se despede de Valdir Espinosa, ex-aluno do Dom Feliciano
      por Redação
    • opinião
      O que tranca confirmação do Mercado Livre em Gravataí; o mastodonte
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Não, não vamos fechar a Câmara de Cachoeirinha; CPIs adiadas
      por Rafael Martinelli
    • covid-19
      Gravataienses pelo mundo falam sobre o coronavírus
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Laone troca Anabel e os Bordignons por Dimas
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      ’Para casa, soldados’, e Mourão; associo-me
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Negociação com RS suspende investimento do Mercado Livre; em Gravataí, tudo certo
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Atirar para matar Cid não, vereador Bombeiro!; napoleões de hospício
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Liminar barra mina que pode poluir Cachoeirinha; a Greta é Clarides
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      30 mil de Gravataí e Cachoeirinha acreditam que Terra é plana; o foguete de Hughes
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Bordignon alerta para o 15 de março, ’dia da ditadura’; associo-me
      por Rafael Martinelli
    • luto
      Perdemos nossa ’Dama de Ferro’; o adeus a Loreny Bitencourt
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Como estão as obras da Havan e do Stock Center
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Zaffa foi o vip de Marco Alba na festa da GM; o preferido
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Gravataí confirma reajuste automático no piso do magistério; saiba como fica
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      O que próximo governo pagará por financiamentos em Gravataí; a conta de Davi
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.