notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 20/02/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    saúde

    Testes rápidos agilizam detecção e tratamento

    Serviço modelo faz Gravataí reduzir indíce de Aids

    por Redação | Publicada em 07/01/2020 às 12h28| Atualizada em 08/01/2020 às 17h02

    Dezembro foi marcado por diversas ações que tiveram como objetivo informar os brasileiros sobre medidas de prevenção e assistência ao vírus HIV, Aids e IST’s (infecções sexualmente transmissíveis). O Dezembro Vermelho foi criado a partir da Lei 13.504, sancionada em 2017 e remete ao Dia Mundial Contra a Aids, celebrado em todo mundo desde 1988 no dia 1° do mês.

    Mesmo com o término da campanha, a população deve seguir atenta com os cuidados através da utilização da camisinha, ainda considerado o melhor método para prevenir IST’s. Segundo estimativa do Ministério da Saúde, no Brasil, cerca de 135 mil pessoas possuem o HIV e não sabem, o que serve de alerta quando o assunto é a importância dos testes rápidos para diagnóstico do vírus. Vale relembrar que, mesmo sem sinais e sintomas, uma pessoa pode ter e transmitir infecções.

    A Prefeitura Municipal de Gravataí, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), disponibiliza o Serviço de Assistência Especializado (SAE) a todos os que possuem IST, HIV/Aids, tuberculose e hepatites virais. No local, são realizados testes rápidos para diagnóstico, feitos na hora e, caso o resultado seja positivo, o paciente é encaminhado para acompanhamento médico.

    O Rio Grande do Sul é o terceiro estado com mais casos de Aids no país e lidera os números de morte pela doença. Entretanto, houve queda nos índices da doença em Gravataí, que em 2018 era o 48° município no ranking nacional e que em 2019 ficou na 53° posição, de acordo com o Boletim epidemiológico HIV/Aids.

    Segundo Tatiane Silva, coordenadora do SAE, “a melhora no ranking é reflexo da política de prevenção e assistência que a gestão municipal vem apoiando e implementando aos usuários”.

    No mês passado, o SAE realizou atividades especiais, incluindo uma comemoração aos 20 anos de atendimento às pessoas vivendo com HIV no município e o VIII Seminário Municipal de Assistência e Prevenção em IST/HIV-Aids para os profissionais de Gravataí. O seminário teve a temática da prevenção combinada (estratégia que faz uso simultâneo de diferentes abordagens para responder as necessidades individuais de prevenção da transmissão do HIV). Além dessas ações, o serviço também realizou testagens nas duas últimas edições do “Prefeitura Perto de Você”, com mais de 400 testes realizados.

    Para Tatiane Silva, uma importante questão é a descentralização do diagnóstico do HIV para a atenção básica, que iniciou em 2012 e que, neste ano, teve 84% dos testes rápidos do HIV realizados nas Unidades Básicas de Saúde ou nas Unidades de Saúde da família.

    – Isso proporciona um melhor acesso da população para o diagnóstico do HIV, sendo que são realizados próximos a sua residência.

    A coordenadora também alertou sobre a importância da realização dos testes rápidos.

    – Os testes são fundamentais para quem tem vida sexual ativa e, principalmente, para quem teve relação sem uso de preservativo ou em casos que esse tenha se rompido. Se cedo realizado o diagnóstico, o início de tratamento é imediato, melhorando a qualidade de vida da pessoa vivendo com HIV.

     

    O SERVIÇO 

    : O SAE de Gravataí é composto por uma equipe de 33 profissionais de diversas áreas da saúde, incluindo médicos, enfermeiro, assistente social, psicólogo, entre outros.

    Os atendimentos ocorrem das 8h às 18h, e a coleta de material para exame a partir das 7h.

    Contato: (51) 3600-7780

    • coluna do silvestre
      SPA urbano quer abrir franquias na região
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • opinião
      Previdência custará 6 vezes mais que financiamentos de Gravataí; a conta de Davi
      por Rafael Martinelli
    • 3º Neurônio | tecnologia
      Como apagar dados pessoais que não deveriam estar na rede
      por Isabel Rubio | El País
    • opinião
      Os candidatos do Maroni em Gravataí e Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Às portas da ditadura; do ’vilão de estimação’
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Anabel e ’Os Homens Que Não Amavam As Mulheres’
      por Rafael Martinelli
    • obras
      Inaugurada nova iluminação de trecho municipalizado da ERS-020
      por Redação
    • opinião
      João Paulo candidato a prefeito de Cachoeirinha pelo PP; os 38 investigados na Lava Jato
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      ’Creche de Jornal Nacional’ abriu; a razoabilidade na crítica
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Mais de 150 mil veículos vão para as praias
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • opinião
      As CPIs ’napoleão de hospício’ de Cachoeirinha; entendo Groucho
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Não tem Jesus para crise dos médicos em Gravataí; nem arminha
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      ’Trolador da Globo’ faz vídeos para Anabel em Gravataí; a esquerda vive
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Acordo do Mato do Júlio é bom negócio; Greta Thunberg fica para amanhã
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.