notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 20/02/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    emeis

    Sônia Oliveira, secretária de Educação, anuncia retomada de obras na Favo de Mel

    Prefeitura retoma mais uma obra de escola de educação infantil, e número de novas vagas chegará a 1.381 em 2020

    por Redação | Publicada em 07/01/2020 às 11h34| Atualizada em 08/01/2020 às 17h03

    O período escolar, ainda mais o ensino infantil, é uma das fases mais importantes na vida de uma criança. A Prefeitura de Gravataí tem enfrentado o desafio de reduzir a fila de espera.

    Desde janeiro de 2013, a Secretaria Municipal de Educação (SMED) disponibilizou 3.600 novas vagas em toda a cidade para a Educação Infantil. Em 2020, serão construídas novas escolas, ampliando o acesso para atender crianças de zero a cinco anos de idade.

    O resultado poderia ser ainda melhor, caso o município não tivesse de enfrentar o abandono das obras por parte da empresa MVC Componentes Plásticos, que decretou falência e não concluiu nenhuma das seis obras de construção de escolas contratadas.
     

    Favo de Mel retoma obra
     

    Com obras iniciadas e interrompidas em 2015, a Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Favo de Mel, localizada no bairro Natal, teve a construção retomadas no dia 25 de novembro de 2019. Para que isso fosse possível, o município teve que realizar nova licitação pública.

    Com passar dos anos, o reajuste de valores da obra ficou inevitável. A obra passou a custar R$ 2,39 milhões, superior ao R$ 1,8 milhão previsto em 2015 pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). No entanto, o município custeará com recursos próprios a diferença necessária para a realização da obra.

    Atualmente, a sede da Emei Favo de Mel está localizada no centro da cidade e atende a 64 crianças. Quando a obra estiver concluída, será possível disponibilizar o total de 188 vagas, ou seja, as vagas serão ampliadas para mais 124 novas crianças que poderão ser atendidas com a nova estrutura da unidade.
     

    Novas escolas possibilitarão 1.381 novas vagas
     

    Até o fim do ano, a Prefeitura deverá entregar também a Emei da Morada do Vale II, com capacidade para 170 crianças, que está com 90% da obra terminada.

    Nessa escola, o município investiu R$ 1,64 milhão.  Ainda está prevista a retomada de obras das escolas Raio de Sol e Porto Seguro, que somadas às obras em andamento totalização 1.381 novas vagas em Educação Infantil.

    Já as Emeis Princesas e Rincão da Madalena foram abandonadas pela MVC com 8% das obras concluídas, o que obriga o município a devolver esses recursos, zerar o processo e abrir licitação para a construção no modelo convencional.
     

    Vagas ampliadas na Educação Infantil
     

    Em 2013, eram 3.266 crianças matriculadas nas escolas municipais de educação infantil da cidade. Esse número dobrou em 2019, quando a Prefeitura passou a oferecer 6.862 vagas. Toda a ampliação feita nesse período foi possível com a construção de novos espaços.

    Ao todo, cinco novas escolas foram construídas pela atual gestão: Escolas Municipais de Educação Infantil Barnabé (bairro Parque dos Eucaliptos), Construindo o Futuro (bairro Salgado Filho), Novo Tempo (bairro Marechal Rondon), Nova Vida (bairro Breno Garcia) e Bem-Me-Quer (bairro Dom Feliciano).

    – O objetivo da Prefeitura é aumentar ao máximo o percentual de crianças de dois e três nas escolas infantis e garantir, assim, que o atendimento nessa faixa etária seja universalizado gradativamente – disse a secretária de Educação do município, Sonia Oliveira.
     

    Novas escolas infantis serão inauguradas em breve
     

    Cerca de 340 novas vagas deverão estar disponíveis a partir de novembro deste ano.

    As escolas de Educação Infantil Novo Amanhã e Breno Garcia III tiveram estruturas planejadas para atender 170 vagas em cada unidade.

    É um esforço do município com a rede pública para ampliar a oferta em educação infantil.

    As obras seguem em execução nas escolas Morada do Vale II, que oferecerá 170 vagas; Cohab C, que disponibilizará 188 vagas e Costa do Ipiranga, que ofertará 98 vagas.
     

    A falência da contratada
     

    A promessa de um novo método construtivo de escolas de Educação Infantil pela MVC Componentes Plásticos iludiu prefeituras pelo país e o próprio governo federal, responsável pela escolha da empresa.

    A MVC, que encaixava chapas prontas no canteiro de obras, venceu o pregão eletrônico promovido pelo governo federal em 2012 e começou parte das obras em 2013. O problema é que, em 2015, as construções sob sua responsabilidade, em Gravataí, pararam.

    Em julho de 2017, a empresa, que já vinha com uma série de problemas financeiros, entrou em recuperação judicial.
     

    Novo Tempo foi construída com recursos próprios
     

    A Prefeitura também conseguiu retomar a construção e concluiu a obra da Escola Comunitária de Educação Infantil Novo Tempo.

    A unidade fica localizada no Residencial Rondon, tem capacidade para 170 crianças e foi inaugurada em maio de 2019.

    Para o término dessa obra, a Prefeitura investiu R$ 1,05 milhão de recursos próprios, que agora deverão ser ressarcidos.

    • coluna do silvestre
      SPA urbano quer abrir franquias na região
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • opinião
      Previdência custará 6 vezes mais que financiamentos de Gravataí; a conta de Davi
      por Rafael Martinelli
    • 3º Neurônio | tecnologia
      Como apagar dados pessoais que não deveriam estar na rede
      por Isabel Rubio | El País
    • opinião
      Os candidatos do Maroni em Gravataí e Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Às portas da ditadura; do ’vilão de estimação’
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Anabel e ’Os Homens Que Não Amavam As Mulheres’
      por Rafael Martinelli
    • obras
      Inaugurada nova iluminação de trecho municipalizado da ERS-020
      por Redação
    • opinião
      João Paulo candidato a prefeito de Cachoeirinha pelo PP; os 38 investigados na Lava Jato
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      ’Creche de Jornal Nacional’ abriu; a razoabilidade na crítica
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Mais de 150 mil veículos vão para as praias
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • opinião
      As CPIs ’napoleão de hospício’ de Cachoeirinha; entendo Groucho
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Não tem Jesus para crise dos médicos em Gravataí; nem arminha
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      ’Trolador da Globo’ faz vídeos para Anabel em Gravataí; a esquerda vive
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Acordo do Mato do Júlio é bom negócio; Greta Thunberg fica para amanhã
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.