notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 14/10/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    habitação

    Autoridades lideradas pelo ministro Gustavo Canuto, do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão do governo de Jair Bolsonaro, descerraram a placa de inauguração após a entrega simbólica das chaves para novos moradores do maior loteamento popular do Sul do Brasil

    Ministro de Bolsonaro inaugura Minha Casa, Minha Vida de Dilma que Marco Alba bancou

    por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt | Publicada em 04/10/2019 às 19h30| Atualizada em 13/10/2019 às 18h49

    Um bem falante Gustavo Henrique Rigodanzo Canuto, ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão no governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL), surpreendeu quem teve coragem de enfrentar a chuva para assistir e participar da solenidade de inauguração do Loteamento Breno Jardim Garcia – Fase II, na tarde desta sexta-feira (4/10):

    Chamou o prefeito Marco Alba (MDB) e colocou o mandatário de Gravataí em uma “saia justa” ao intimá-lo para cantar com ele a música Querência Amada, de Teixeirinha, no encerramento da sua fala em um momento que disse ser de celebração pela conquista da casa própria por 848 famílias – números de hoje – e da entrega de 1.012 novas moradias no Breno Jardim Garcia.

    Bem fora de ritmo e com uma desafinação de dar inveja aos eventuais cantores de chuveiro, Canuto e Alba pelo menos não erraram a letra e, talvez por isso, ou só por isso, foram bastante aplaudidos ao final da interpretação. Foi o momento de descontração da tarde da visita do ministro de Bolsonaro à cidade em uma sexta de muita chuva e sapatos encharcados..

     

    Para ouvir Querência Amada, escrita por Vitor Mateus Teixeira, imortalizado como Teixeirinha e popularizado como Rei do Disco, clique aqui.

     

    O que aconteceu hoje

     

    O sem-partido ministro Gustavo Canuto veio a Gravataí acompanhado pela esposa Ana Paula Lemes Canuto para a inauguração da Fase II do Residencial Breno Jardim Garcia, o maior loteamento popular do Sul do Brasil, e chegou à cidade abaixo d’água. Foi recepcionado pelo prefeito Alba e sua esposa Patrícia, entre várias outras autoridades, políticos e assessores, na Escola Municipal de Educação Infantil (uma das três EMEIs do loteamento) que ainda está por ser inaugurada.

    Depois de uma longa conversa com Alba, em que se inteirou dos números do Breno Jardim Garcia, das dificuldades para execução da obra com o superintendente da Construtora Emcasa, Carlos Eduardo Tannus, enquanto assessores finalizavam os preparativos para o que viria a seguir, Canuto parecia amigo de longa data do prefeito. Ao ponto de apresentá-lo ao vice-presidente de Habitação da Caixa Econômica Federal, Jair Mahl.

    O ministro fez a entrega das chaves da EMEI ao prefeito de Gravataí, após ouvir perfilado os hinos Nacional, do Rio Grande do Sul e o Hino à Bandeira. Este último, executado “em deferência aos hasteamentos aqui realizados”, segundo disse o apresentador oficial referindo-se ao hasteamento das bandeiras do país, do estado e de Gravataí por representantes da Guarda Municipal.

     

    DIFERENTE

     

    : Gustavo Canuto protagonizou algo inédito, pelo menos nas solenidades a que todos estão acostumados acompanhar por Gravataí e região, após a execução dos hinos e hasteamento das bandeiras.

    : Ele próprio fez questão de ir, mesmo sob a chuva – naquele momento ainda bastante pesada, posar para foto com os representantes da Guarda Municipal de Gravataí que fizeram o hasteamento das bandeiras.

    : Acompanhado pela esposa Ana, literalmente botou o sapato na água e no barro e chamou outras pessoas para que posassem para a foto, entre os quais o prefeito Marco Alba e a esposa Patrícia.

     

    Dona Jandira

     

    Os assessores não deram conta e foram incapazes de proteger a comitiva de autoridades da chuva forte no trecho de cerca de 100 metros entre a EMEI que vai ser inaugurada dia 31 próximo – segundo Alba confidenciou ao ministro Canuto – e a tenda gigante, com capacidade para abrigar cerca de 500 pessoas, montada para a inauguração da Fase II do Breno Jardim Garcia ao pé da caixa d’agua da Corsan, no centro do loteamento.

    No trajeto foram entregues simbolicamente chaves aos novos moradores do residencial e plantadas mudas de árvores frutíferas. A primeira a receber as chaves foi a manicure Luana da Silva Rodrigues, casada e mãe de dois filhos, que viu sua futura moradia de 40,73 metros quadrados ser invadida por um batalhão de gente. De autoridades com e sem terno e gravata à imprensa e suas máquinas fotográficas e câmeras filmadoras.

    O ministro Canuto também fez a entrega da chave para a doméstica desempregada Jandira da Rosa Jardim, ainda moradora de uma área alagadiça na Vila Rica. Mãe de seis filhos, e já avó, Jandira residia com uma filha. Agora vai morar sozinha, e está contente por ter a chave da casa própria. Ela explicou por quê se candidatou a uma casa no Residencial Breno Jardim Garcia:

    --- Foi prá fugir da enchente. Perdi muita coisa lá --- disse, para o Seguinte:.

     

    PARA SABER

     

    1

    Embora a inauguração fosse referente às 1.012 moradias da Fase II do Residencial Breno Jardim Garcia, somente na próxima semana, provavelmente na terça ou quarta-feira, 848 famílias que assinaram os contratos devem começar a ocupação das novas casas.

     

    2

    Na ocupação da Fase I, pelo menos 730 famílias foram mudadas para o residencial no período de menos de um mês, em uma ação conjunta de vários órgãos da administração municipal que o prefeito Marco Alba chegou a chamar de “operação de guerra”.

     

    3

    Os nomes das ruas do Residencial Breno Jardim Garcia são todos de municípios que têm menos de oito mil habitantes. A linha de corte foi, exatamente, o número de moradores que o loteamento deve ter quando estiver com todas as 2.025 casa ocupadas.

     

    4

    Cada uma das novas moradias da Fase I teve um custo de construção de R$ 64 mil. Na fase II este custo subiu para R$ 69 mil por unidade habitacional. Segundo o superintendente da Construtora Emcasa, empreiteira mineira que fez a obra, Carlos Eduardo Tannus.

     

    5

    Ao todo, com equipamentos como a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), arruamento com revestimento asfáltico, redes de energia e coletora de esgoto e escoamento pluvial, reservatório de água potável, entre outros, o Breno Garcia custou cerca de R$ 132 milhões aos cofres públicos.

     

    6

    Os contratos para construção do Breno Jardim Garcia foram assinados em julho e setembro de 2014, respectivamente fases I e II segundo a assessoria de Comunicação da Caixa Econômica federal (CEF). O início da obra se deu no primeiro semestre seguinte, em 2015.

     

    7

    O superintentende Gustavo Tannus, da mineira Emcasa (“de BH”, fez questão de salientar, referindo-se capital de Minas Gerais, Belo Horizonte), com 32 anos de experiência no ramo, comentou que foi difícil realizar a obra por causa das mudanças climáticas – inverno rigoroso e longos períodos de chuva.

     

    Queixa ao ministro

     

    No discurso que fez na solenidade de inauguração, o prefeito Marco Alba não se conteve e, mesmo dizendo que a ocasião era de festa e celebração, repetiu o que se tornou um mantra, nas solenidades em que discursa, acerca das dívidas herdadas e valores pagos pelo seu governo, destas dívidas. Alba aproveitou a empolgação para ‘fofocar’ ao ministro Gustavo Canuto:

    --- Nosso primeiro mandato foi bastante difícil. Herdamos dívidas de R$ 400, R$ 500 milhões, coisa que ninguém explicou até hoje onde foi parar esse dinheiro. Já pagamos R$ 250 milhões e recuperamos a credibilidade do município. Só por isso estamos conseguindo realizar obras.

    Continuou:

    --- Desde que assumimos, e as pessoas sabem disso embora tem gente que não quer entender, reduzimos o endividamento de 56% para 14%, reduzimos o comprometimento da receita do município.

    Mais adiante falou que esperava pela inauguração do residencial Breno Jardim Garcia.

    --- Tudo que eu queria e por isso ansiava por um segundo mandato, era poder estar aqui, neste momento (inauguração do loteamento), comemorando com vocês a realização do sonho de ter a casa própria.

    E falou sobre como acha que vai ser lembrado quando sair da prefeitura.

    --- Eu sei que vou ser lembrado como o prefeito das pontes, porque dupliquei as pontes do Parque... Aliás, nunca pensei que fosse tão bom duplicar pontes! Se tiver mais alguma aí para duplicar... Mas quero ser lembrado também por vocês que estão sendo beneficiados neste momento em que se materializa o sonho da casa própria!

     

    A FRASE

     

    --- Este é um momento que vai ficar na história do nosso município, pelo tamanho, a envergadura desse empreendimento que atende principalmente quem mais precisa, que são as pessoas humildes.

    Marco Alba
    Prefeito de Gravataí

     

    Veja no vídeo a cobertura do Seguinte: sobre a inauguração da Fase II do Residencial Breno Jardim Garcia. Clique na imagem abaixo e, depois, siga na matéria.

     

    Mea culpa

     

    O ex-prefeito de Cachoeirinha por dois mandatos, ex-deputado federal também por dois mandatos e atual secretário estadual de Obras Públicas e Habitação, José Stédile, representou o governador Eduardo Leite (PSDB) na inauguração da Fase II. Ele elogiou a persistência do prefeito Alba em concluir a obra do residencial e só faltou pedir desculpa pelo que o governo do estado deveria ter feito e não fez.

    --- Foi devido à conjuntura (econômica e financeira do estado) que está aí --- justificou-se.

    Na sua fala, José Stédile disse que as dificuldades em atender às demandas habitacionais são muito grandes, mesmo sem citar números. Mas falou quem em todo o Rio Grande do Sul está sendo realizado um levantamento para apontar loteamentos irregulares, com a finalidade de promover sua regularização “e dar às pessoas que moram nestes locais condições dignas de vida”.

    --- É um problema gigante que temos pela frente para resolver. Para que todos possam ter uma ideia, somente em 125 municípios (o estado tem 497 municípios) já encontramos mais de 3.800 loteamentos irregulares.

     

    Obras do município

     

    A Escola Comunitária de Educação Infantil (ECEI) Nova Vida, inaugurada pela Prefeitura em abril, foi o primeiro equipamento público de ensino instalado no residencial. São atendidas crianças de zero a cinco anos, e a capacidade é para 90 crianças no berçário e maternal em turno integral (de zero a três anos) e 80 crianças na pré-escola em turno parcial, totalizando o atendimento de 170 beneficiários. O investimento anual do município será de mais de R$ 1,2 milhão na operação da escola.

    Segundo a secretária de Educação Sônia Oliveira, mais duas escolas de educação infantil estão prontas e o momento é de aquisição dos equipamentos. Uma destas escolas vai começar o atendimento ainda neste mês de outubro e a outra, em novembro segundo a secretária. Cada uma terá capacidade para atender 170 crianças. A prefeitura também vai construir uma escola de ensino fundamental, já licitada, com financiamento liberado e com início da obra previsto também para este mês.

    Por outro lado, a administração municipal de Gravataí, através da Secretaria de Saúde (SMF), também colocou em funcionamento, em março passado, a Unidade de Saúde da Família (USF) Breno Garcia. A estrutura oferece consultas médicas e de enfermagem para os diversos ciclos de vida (gestantes, crianças, adultos jovens e idosos), assim como serviços relacionados à saúde bucal, procedimentos de enfermagem - curativos, medicações e imunizações, realização de testes rápidos de gravidez e para diversas patologias, entre outros serviços. Ao todo, são 600 atendimentos mensais, em média.
     

    LEIA TAMBÉM

    1.012 famílias recebem casas nesta sexta no Breno Garcia; Prefeitura e governo federal cumpriram, Estado não

     

    QUEM É CANUTO

     

    1

    Sem filiação partidária, Gustavo Canuto é graduado em Engenharia de Computação pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e em Direito pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB).

     

    2

    No último biênio foi chefe de gabinete do Ministro da Integração Nacional e assumiu a Secretaria Executiva da Pasta no mês de agosto deste ano.

     

    3

    Também trabalhou em outros órgãos federais, como: Secretarias de Aviação Civil e Geral da Presidência da República e na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

    • história
      Uma reparação histórica sobre o Chafariz da Praça
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Rita é ’prefeita’, não ’prefeito’; PT reclama
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      A nova galeria dos prefeitos e vices de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Os problemas na duplicação da RS-118
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • 3º Neurônio | humor
      FRAGA | Ensanguarela do Brasil
      por Fraga
    • entrevista
      Será que Antônio Teixeira ainda é BOM?
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Como anda a mini-Ceasa de Gravataí
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      TSE mantém absolvição de 3 vereadores de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • glorinha
      Prefeito revoga ’gratificação da cassação’; deixa vereadora mal
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Onde foi o dinheiro?; Marco Alba cobra dos ex
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.