notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 23/02/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    em morungava

    Modelo da Nissan movido somente com eletricidade é uma das atrações da 7ª Fearg que vai até domingo no distrito de Morungava.

    7ª Fearg mostra carro totalmente elétrico de olho na sustentabilidade

    por Silvestre Silva Santos com assessoria | Publicada em 09/08/2019 às 18h07| Atualizada em 11/08/2019 às 16h07

    A Feira Agrorrural e Turística de Gravataí (Fearg) em sua sétima edição está promovendo oportunidade aos produtores com informações sobre o que tem de melhor em tecnologia e inovação.

    Com o propósito de fomentar e desenvolver cada vez mais nossa agricultura, o evento é promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA) e tem o patrocínio do Banrisul.

    A Associação das Empresas e Profissionais de Tecnologia da Informação do Vale do Gravataí (AGTI), que há três anos é parceira da Fearg, está realizando uma verdadeira imersão tecnológica ao público.

    --- Cerca de 67% das propriedades agrícolas do país usam algum tipo de tecnologia, seja na área de gestão dos negócios ou nas atividades de cultivo e colheita da produção. Por isso, contar com um espaço especial sobre o assunto da Fearg é de extrema importância --- disse Denner Gelinger, secretário da SMAA.

     

    Carro elétrico

     

    Participando da Fearg no espaço Inovações Tecnológicas, a instaladora Gouvêa (IG) Energias Renováveis, empresa que abraçou a causa da energia renovável e de baixo impacto ao meio ambiente, está expondo o carro 100% elétrico mais vendido do mundo, o Nissan LEAF.  

    --- Estamos falando em energias renováveis. No futuro, teremos estações que serão abastecidas por painéis fotovoltaicos ou energias renováveis, que vão gerar eletricidade para abastecer estes veículos --- explica Selma Fraga, presidente da AGTI.

    De modo geral, a eletricidade é mais barata que os combustíveis fósseis. O custo por quilômetro rodado com um carro elétrico é até 50% inferior em relação à combustão. Além disso, os veículos têm manutenção 15% mais barata pela simplicidade da mecânica.

    --- A ideia é chamar atenção para a necessidade de preservação do meio ambiente através de energias renováveis, que hoje já é realidade com a energia solar fotovoltaica convertida em eletricidade para abastecimento de veículos - explica Délcio Bernard, coordenador da IG.

     

    EXPECTATIVA

     

    1

    A previsão para o futuro é otimista para o mercado de elétricos.

     

    2

    Conforme estudo da Bloomberg New Energy Finance, até o ano de 2040 estes modelos vão corresponder a 55% do total de veículos nas ruas.

     

    3

    A redução dos preços praticados pelos fabricantes será o principal fator para impulsionar o crescimento nas vendas.

     

    O que é energia fotovoltaica?

     

    É a energia gerada a partir de células fotovoltaicas, quando a luz solar, através de seus fótons, é absorvida pela célula fotovoltaica. A energia dos fótons é transferida para os elétrons para poderem movimentar-se, gerando a corrente elétrica. As células fotovoltaicas são dispostas de diversas formas, a mais utilizada é através de painéis ou módulos solares que possuem o silício como material absorvente dessas células.

     

    LEIA TAMBÉM

     

    COM VÍDEO | Soberanas mostram um pouco do que tem de bom na Fearg

    COM VÍDEO | Fearg promete atrações para todos os públicos e espera 20 mil visitantes

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    • coluna do silvestre
      Um ano de CCR no estado: o que mudou nas BRs
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • opinião
      Zaffa foi o vip de Marco Alba na festa da GM; o preferido
      por Rafael Martinelli
    • 3º Neurônio | opinião
      Conivência com o racismo, uma regra não escrita do futebol
      por Breiller Pires | El País
    • opinião
      Gravataí confirma reajuste automático no piso do magistério; saiba como fica
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      SPA urbano quer abrir franquias na região
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • opinião
      O que próximo governo pagará por financiamentos em Gravataí; a conta de Davi
      por Rafael Martinelli
    • 3º Neurônio | tecnologia
      Como apagar dados pessoais que não deveriam estar na rede
      por Isabel Rubio | El País
    • opinião
      Os candidatos do Maroni em Gravataí e Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Às portas da ditadura; do ’vilão de estimação’
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Anabel e ’Os Homens Que Não Amavam As Mulheres’
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      João Paulo candidato a prefeito de Cachoeirinha pelo PP; os 38 investigados na Lava Jato
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      ’Creche de Jornal Nacional’ abriu; a razoabilidade na crítica
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Mais de 150 mil veículos vão para as praias
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • opinião
      As CPIs ’napoleão de hospício’ de Cachoeirinha; entendo Groucho
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Não tem Jesus para crise dos médicos em Gravataí; nem arminha
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      ’Trolador da Globo’ faz vídeos para Anabel em Gravataí; a esquerda vive
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Acordo do Mato do Júlio é bom negócio; Greta Thunberg fica para amanhã
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.