notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 16/02/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    segurança

    Operação contra facção criminosa prendeu nove pessoas | DIVULGAÇÃO PCRS

    Bala na Cara mantinha armas e drogas em Gravataí

    por Eduardo Torres | Publicada em 12/02/2019 às 14h54

    Mais uma vez, como já havia ocorrido em pelo menos duas grandes investigações policiais no ano passado, Gravataí é apontada pela Polícia Civil como o local escolhido para armazenar drogas e armas para criminosos. No caso da Operação Fechamento, desencadeada na manhã desta terça, de acordo com o delegado Arthur Raldi, da Delegacia de Capturas, do Deic, a cidade tinha “uma espécie de QG” dos Bala na Cara na Morada do Vale III, lado a lado com o bairro considerado um dos pontos fortes dos Manos.

    — Durante a investigação, obtivemos imagens deste braço da quadrilha reunido em uma casa de Gravataí portando armas potentes como fuzis, metralhadoras e até granadas. Era um ponto estratégico para o bando — aponta o delegado.

     

    LEIA TAMBÉM

    Gravataí era entreposto de cartel da maconha

    Gravataí e Cachoeirinha em rota bilionária de cocaína

    Vereador ficou 10 dias com maconha no terreno de casa

     

    Na manhã desta terça, um dos mandados de prisão tinha como alvo o suposto dono da casa, mas ele não foi encontrado na ação que terminou com nove presos. Entre os detidos está o homem apontado como o novo líder dos Bala nas ruas, conhecido como Queimado. Ele foi encontrado escondido no sótão de uma casa no bairro Santana, em Porto Alegre.

    Queimado já havia sido preso em outra ação da Delegacia de Capturas, em Caiobá, no Paraná, no final de 2017. E mesmo tendo contra si uma condenação com pena prevista de 33 anos, foi beneficiado com a progressão de regime vinha sendo monitorado por tornozeleira eletrônica.

    — Os dois principais líderes da facção — Junior Perneta e Minhoca — estão isolados em penitenciárias federais. O Queimado era, das lideranças, o que estava mais próximo da rua. Ele continuou se articulando no tráfico de drogas, até mesmo porque a facção seguiu trabalhando forte neste esquema como forma de se capitalizar e custear, por exemplo, os advogados para os líderes — explica Raldi.

    Entre os alvos da ação desta terça estava um dos advogados do bando. Conforme a polícia, ele escondia armas e drogas para os criminosos que defendia.

    — Nesta ação, tínhamos mandados contra a liderança e também contra traficantes menores, gerentes, contadores e um advogado — relata o delegado.

    Mesmo monitorado pela Susepe, Queimado, apontado como líder deste braço dos Bala, tinha um novo mandado de prisão contra si por tráfico de drogas.

    • redes sociais
      ’Teoria’ de jornalista de Gravataí vira notícia nacional
      por Redação
    • coluna do silvestre
      Não falta vaga para quem quer trabalhar
      por Silvestre Silva Santos
    • caso da maconha
      180 dias sem dono para droga no terreno do vereador
      por Eduardo Torres
    • coluna do silvestre
      O dono da Havan esteve na região, fazendo o quê?
      por Silvestre Silva Santos
    • personagens
      COM VÍDEO | Márcia Becker e seus 115 filhotes
      por Eduardo Torres | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      5 conselheiros tutelares cobram gratificações em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • educação
      Por que o estado botou abaixo a Escola Carlos Bina do Xará
      por Silvestre Silva Santos
    • gravataí
      Marco Alba apresenta projeto anticorrupção
      por Redação
    • br-290
      Em vídeo e texto, tudo sobre ’novo’ pedágio da Freeway
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      A polêmica nota do presidente da OAB Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Das cinzas políticas do PD, um candidato a prefeito
      por Rafael Martinelli
    • obras
      Longe do ’SPC’, Prefeitura apresenta máquinas
      por Redação
    • opinião
      Dimas pode pedir licença da Câmara
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Como está a duplicação das pontes do Parque
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • transporte
      Exemplo na integração dos ônibus vem de Gravataí
      por Eduardo Torres
    • segurança
      Bala na Cara mantinha armas e drogas em Gravataí
      por Eduardo Torres
    • opinião
      Boechat e a hipocrisia do morto santo
      por Rafael Martinelli
    • saúde
      HDJB só tem um pediatra; mas número vai aumentar
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Evandro não quer parecer ’total flex’
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      A esquerda que ’só se une na cadeia’ e a laranja do Bolsonaro
      por Rafael Martinelli
    • cachoeirinha
      Maioria aprova governo Miki, diz pesquisa
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      GM confirma bilhão em Gravataí a Marco e Leite
      por Rafael Martinelli
    • refugiados
      A vida dos venezuelanos em Cachoeirinha
      por Eduardo Torres | edição de imagens: Guilherme Klamt
    • transporte
      Um mês para Cachoeirinha ter o seu corredor de ônibus
      por Eduardo Torres
    • opinião
      Leite pode azedar para servidores de Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.