>
notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 19/01/2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    água para todos

    Gravataí é primeira cidade gaúcha a receber a visita do ministro Osmar Terra após o anúncio de implantação do programa de água nas escolas rurais, no último semestre de 2017

    COM VÍDEOS | A primeira vez de um ministro em Morungava

    por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt | Publicada em 02/01/2018 às 18h14| Atualizada em 09/01/2018 às 13h17

    Foi o primeiro dia da professora Regina Maria Mensch como diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Castro Alves, no interior do interior de Gravataí, a uns oito quilômetros da sede distrital de Morungava e da RS-020, a faixa de Taquara.

    Foi a primeira vez que Marco Alba (PMDB), prefeito de Gravataí, esteve na escola,  segundo ele mesmo afirmou justificando sua forma de governar em que a prioridade são as pessoas, na forma de serviços básicos.

    E foi a primeira vez que um ministro do governo federal – não impossível mais muito improvável que aconteça de novo – esteve naquela escola do meio rural com a finalidade de anunciar uma benfeitoria, como é o caso do abastecimento de água potável.

    Isso aconteceu na manhã desta terça-feira (2/1), primeiro dia útil de 2018, em uma agenda comunicada no final da sexta passada (29/12) e que pegou professores e autoridades municipais em meio a um feriadão.

    A presença foi do ministro do Desenvolvimento Social do governo do presidente Michel Temer, o gaúcho ex-prefeito de Santa Rosa e atual deputado federal licenciado Osmar Terra (PMDB).

    Depois de desembarcar do carro particular do prefeito e dirigido pelo próprio Marco Alba, o ministro Terra, ladeado pelo secretário Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social, Caio Rocha, anunciou água potável para a Castro Alves.

     

    Da vertente

     

    A estrutura da nova fonte d’água para a escola deve constar de um poço artesiano com reservatório e equipamentos para tratamento. Um investimento de aproximadamente R$ 6 milhões para as 225 escolas que têm problemas no abastecimento, no estado.

    Em Gravataí, só a Castro Alves tem essa dificuldade.

    Aliás, nem chega a ser um problema porque os cerca de 50 alunos e três professoras, segundo a nova diretora Regina, recebem a água de uma vertente que fica na propriedade da família da ex-diretora por 38 anos, Eloi Kauer da Cunha. Mas sem tratamento visando a total potabilidade.

    A família de Eloi, há muitos anos, além de ceder a fonte construiu a estrutura de canos para levar a água até a escola. E ainda cuidava da manutenção da tubulação, algumas vezes rompida pelo maquinário durante patrolamento da via, ou pelo desgaste do tempo.

     

    O tom das falas

     

    Nos discursos, muita política e pouca água.

    O prefeito Alba foi pródigo em elogiar por 16 minutos da sua fala os correligionários e autoridades presentes, como a adjunta da Secretaria Estadual de Educação, Iara Wortmann, e o seu amigo pessoal e visitante Caio Rocha, mas rasgou loas, mesmo, para o ministro Osmar Terra e sua forma de administrar os recursos do Desenvolvimento Social.

     

    Confira no vídeo abaixo uma pequena parte do que o prefeito Marco Alba disse sobre o ministro Osmar Terra.

     

    Fogo pesado no PT

     

    Já o médico-ministro-ex-prefeito e atual deputado federal Osmar Terra fez um amplo relatório sobre os feitos da sua pasta ministerial ao longo de quase 15 minutos, contando principalmente que de 2014 para o ano passado o governo federal passou um orçamento que havia sido reduzido a menos de R$ 200 milhões, para cerca de R$ 300 milhões.

    E centrou fogo de artilharia pesada nos governos passados dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (ambos do PT), que teriam reduzido a riqueza do país e feito o que chamou de marketing político, com a implementação de programas sociais, especialmente o Bolsa Família.

    --- Eu virei ministro em maio de 2016 com a metade do orçamento de 2014. No ano de 2015 nós tivemos R$ 1,9 bilhão colocados no Ministério do Desenvolvimento Social, para a área do Sistema Único de Assistência Social. Com toda a crise e os cortes determinados, conseguimos elevar esse orçamento para R$ 2,6 bilhões. E este ano que passou fechamos com o recorde de R$ 3 bilhões, o maior volume de recursos colocado na área da assistência social de toda a história --- disse Terra.

     

    Confira o que o ministro Osmar Terra falou acerca das verbas do MDS e as críticas que fez ao programa Bolsa Família.

     

    E a água?

     

    O novo sistema de abastecimento de água para a Escola Castro Alves – único estabelecimento de ensino de Gravataí que necessita e vai ser beneficiado – ainda não tem data para ser implantado, segundo a secretária municipal de Educação, Sônia Oliveira.

    --- Como é um convênio, entre os governos federal e estadual, essa é uma obra que vai ser feita pelo estado. A gente ainda não tem esses detalhes --- disse a secretária Sônia.

    O investimento faz parte do programa Água Para Todos, do governo federal, com verbas específicas no item da “universalização de acesso à água nas escolas rurais”.

     

    AS FALAS

     

    O que disseram as autoridades na solenidade que iniciou com 50 minutos de atraso – o início estava previsto para as 11h – e durou exatamente uma hora e 15 minutos.

     

    --- A água é fonte de saúde, por isso esse momento é muito importante para os nossos alunos e a comunidade.

    Secretária municipal de Educação, Sônia Oliveira.

     

    --- Como é bom começar o ano assim, com boas notícias. E esta é uma ação muito importante porque beneficia as crianças de uma escola do meio rural.

    Vereador Paulinho da Farmácia, representando a Câmara Municipal.

     

    --- A nossa escola é muito pequenininha, mas a instalação de um sistema para abastecer com água potável é de uma importância muito grande, principalmente para os nossos alunos.

    Regina Maria Mensch, professora em seu primeiro dia como diretora da Castro Alves.

     

    --- É um gesto que parece simples, mas que vai mudar a vida das crianças e professores desta escola e desta comunidade.

    Jones Martins, deputado federal (PMDB).

     

    --- Estamos felizes porque estamos trazendo vida para esta comunidade. Vida, sim, porque água é vida!

    Iara Wortmann, secretária estadual adjunta de Educação.

     

    Confira a reportagem do Seguinte: na solenidade de hoje na Escola Castro Alves, na Fazenda Vargas, interior de Morungava.

     

     

     

     

    • pequenas empresas grandes histórias
      O que é a terapia reencarnacionista?
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • série prefeitos
      10 coisas que Miki fez em Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • Gravataí Eu Faço por Ti
      E a empresa adotou a praça
      por Redação
    • coluna do silvestre
      Os bastidores da venda do único hospital de Gravataí
      por Silvestre Silva Santos
    • luto
      Saiba como ajudar os animais órfãos da Sônia Piumato
      por Gelcira Teles
    • assistência social
      Prefeito abre obras no Cras Moradas
      por Redação
    • coluna do silvestre
      Venda de área pode acabar com camelódromo
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      17 milhões não são só para wi-fi nas praças
      por Rafael Martinelli
    • em vídeo
      Percorremos os caminhos do ritual satânico
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • série prefeitos
      10 coisas que Darci fez em Glorinha
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.