notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 30/10/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    3º Neurônio | fraga

    Sonetear é impreciso

    por Fraga | Publicada em 10/09/2020 às 18h01

    Não faço mais sonetos, falta motivação

    Inicio um verso, logo paro, deixo de lado

    Vou fazer outra coisa, sem musa, o fogão

    Me chama, ponho estrofes no refogado

     

    Que pena tal inércia, ausência de astúcia

    O teclado assemelha esteira ergométrica

    Abandonada, ideias flácidas, translúcida

    Apatia, cadê a verve digital, epidérmica?

     

    Lá fora praia cheia, avesso dum quitinete

    desleio livros, plantas desregadas, ânimo

    nulo, saudade dum poema feito a letraset

     

    Vinte e oito faxinas e há pouco era abril

    Tedio, preguiça, mutismo, é tudo sinônimo

    Não escrevi, divaguei, e o soneto não saiu!

     

    BUGIGANGAS, UMA DÚZIA

     

    Num ano com 12 agostos,

    agosto passou como qualquer outro mês.

     

    O clima sem sol ou chuvoso é uma espécie de vacina:

    onde não der praia nem parques, salvam-se milhares de vidas.

     

    É muita live. Pra escapar de uma, só estando em outra.

     

    Não vou negar que também tenho minha zona de conforto.

    Mede 60 x 80, é macia, cor mostarda e chamo de poltrona.

     

    Machistas só abrem a boca se for lugar de falo.

     

    Os conteúdos andam tão chatos e mal escritos

    na web que a melhor ajuda aos leitores seria um botão

    "clique aqui para saber menos".

     

    Os que lamentam que a Felicidade não bate

    à sua porta deviam lembrar que ela, tão antiquada,

    precisa orientação sobre interfones.

     

    O problema da dupla Guedes e Bozonaro é que

    um não economiza erros e o outro esbanja desacertos.

     

    Todo país passa por fases. Só o Brasil atravessa fezes.

     

    Horas mortas a madrugada sempre teve.

    A novidade são as horas moribundas desde a manhã.

     

    Convém não comparar política e câncer.

    Alguns tipos de cânceres são benignos.

     

    6 meses sem ir a restaurantes.

    Saudades até das longas filas de espera, dos cardápios

    feios e sujos, do couvert sem graça, do garçom trazer errado

    o pedido, da comida chegar fria, dos ambientes barulhentos,

    das contas com valor a mais. Cadê você, vacina?

     

    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao[email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.