notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 21/11/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    3º Neurônio | humor

    Desconvite de desaniversário

    por Fraga | Publicada em 05/11/2019 às 16h20| Atualizada em 07/11/2019 às 19h11

    Você lembra daquele evento nacional, de um ano atrás, quando mais de 50 milhões de brasileiros simplesmente decidiram enfiar seu título de eleitor num vaso sanitário?

    Puizé. Deu no que deu.

    Deu fascismo, deu retrocesso democrático, deu perda de direitos. Deu PIB minúsculo, deu atraso e desemprego. Deu estímulo ao racismo e à homofobia, deu nepotismo e laranjal. Deu ataque à educação, deu escola cívico-militar, deu corte de verbas e censura na cultura. Deu crise ambiental, crise moral, crises sem igual. Deu o que nunca tinha dado tanto antes.

    Num monumental fiasco administrativo - que é não saber lidar com desastres naturais ou provocados por incompetência - onde notáveis consequências do desgoverno foram fogo na Amazônia, lama em Minas e óleo no litoral do nordeste, sobram motivos pra não comemorar nenhuma bosta de data.

    Até que o desconvite ficou bonito, impresso em papel higiênico, pra combinar com o vocabulário do deprimente da república. No envelope verde e amarelo não enviado a ninguém, nota-se o esmero da presidência em deixar claro o orgulho por promover coisa alguma. Entre elas: não haverá show piromaníaco  nem desfile de birutas do governo, campeonato de balas perdidas por polícias e milícias, muito menos um baile oficial no planalto ao som de vaias.

    O desconvite é uma econômica medida governamental: por não ser feito, vai custar apenas 50% do custo caso fosse mal feito ou 25% se fosse bem feito. Também houve o cuidado, na ausência de festejos programados para a efeméride do primeiro ano de irrealizações do atual desgoverno, de não declarar feriado nacional. Chegou-se a pensar em luto nacional, modo mais pertinente de celebrar 365 dias de danos e perdas da população. Mas nem isso vai ocorrer.

    Por todo esse esforço em descomemorar a ocasião, faço questão de, daqui, desparabenizar o desgoverno. Como aliás muita gente deve fazer.

    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.